A liderança de uma nação é um ativo fundamental ou secundário?

09:17 - 2021/07/01

Na verdade, o que leva a questão do Imamato (Liderança) ser considerada secundária para os sunitas, e ao mesmo tempo considerada fundamental para os xiitas, é porque a verdade sobre a Liderança é diferente entre ambos. Os sunitas enxergam o Imam como se fosse o presidente de um estado que deve ser escolhido e eleito pelo povo (ou pelos representantes do povo) ou alcançar este cargo por meio de um golpe militar ou outros meios similares. Para alcançar esta posição é necessário que a pessoa tenha algumas características conhecidas, e além disso reconhecer um presidente ou primeiro ministro não é uma questão fundamental que possa levar a renegar os que não acreditam ou reconhecem tal liderança.

O Imamato (Liderança) é um assunto fundamental ou secundário? Os sunitas acreditam que a liderança é uma questão secundaria, já os xiitas a consideram uma questão fundamental da religião. Mais detalhes serão expostos na pesquisa adiante.

Aqui surge a seguinte pergunta: se a questão da liderança for enquadrada como uma questão secundária da religião, então qual é a relevância da disputa e guerra por esta questão secundária? Shahrestani disse: “A maior divergência entre a nação foi a divergência sobre a liderança. Pois nenhuma outra questão religiosa foi tão disputada como a questão da liderança em todas as épocas”.

Então, se a crença sobre a questão da liderança de uma pessoa e o cargo que ela teria assumido após o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua familia purificada) for uma questão secundária, a divergência sobre esta questão secundária não deve levar a renegar o próximo e julgá-lo como inf i el, pois o divergente tem um argumento jurídico e legal da mesma forma que a pessoa pode não concordar com a opinião de um outro.

Na verdade, o que leva a questão do Imamato (Liderança) ser considerada secundária para os sunitas, e ao mesmo tempo considerada fundamental para os xiitas, é porque a verdade sobre a Liderança é diferente entre ambos. Os sunitas enxergam o Imam como se fosse o presidente de um estado que deve ser escolhido e eleito pelo povo (ou pelos representantes do povo) ou alcançar este cargo por meio de um golpe militar ou outros meios similares. Para alcançar esta posição é necessário que a pessoa tenha algumas características conhecidas, e além disso reconhecer um presidente ou primeiro ministro não é uma questão fundamental que possa levar a renegar os que não acreditam ou reconhecem tal liderança.

Esta é a realidade dos países islâmicos onde um presidente assume após o outro, seja pela força ou por vontade popular, enquanto ninguém vê que a liderança seja uma questão fundamental não o criticam ou o substituem, mesmo caso ele seja um governante opressor e sem religião.

Se a opressão e a tirania forem meios para que a liderança seja alcançada e o opressor tirano for o líder, ele certamente será incluído no versículo abaixo:

Deus o Altíssimo disse no Alcorão Sagrado: Ó fiéis, obedecei a Deus, ao Mensageiro e às autoridades, dentre vós!...” (C.4 – V. 59)

Aquele que alcança o poder com tirania, injustiça, e guerra e sangue não se importa com mais nada além do poder e da execução dele. Será que ele deve ser obedecido?
A história islâmica testemunha que todos os califas após o Imam Ali (qua a paz esteja com ele) deixaram histórias sangrentas, esses foram os que governaram a nação, mataram inocentes, executaram companheiros e seguidores do Profeta Muhammad  (que a paz esteja com ele e sua família purificada)., saquearam riquezas, confiscaram propriedades e preencheram a Terra com opressão e injustiça, isso desde quando Mu´awiyah dominou o trono do governo até o ultimo governante entre a geração de Maruwan. Tudo isso levou a nação a uma grande revolta, o que levou a execução de todos, desde os menores até os mais velhos, e não sobrou mais ninguém entre eles, sendo que alguns entre eles fugiram para a Andaluzia. Depois dos omíadas o governo foi assumido pelos abássidas sob o pretexto de proteger os Ahlul Bait (que a paz esteja com eles), mas todos sabemos o que aconteceu depois, e suas tradições não foram nada melhores que as dos omíadas. Tanto que um poeta disse:

Queríamos que a opressão de Bani Marwan durasse... E a justiça de Bani Abbas estará no fogo Já os xiitas consideraram o Imamato (liderança) como continuidade da profecia, e a continuidade das responsabilidades da mensagem, mas “não sendo como a própria mensagem, pois a mensagem e a profecia foram seladas quando o Mensageiro de Deus faleceu”. E é certo que exercer esta função (Imamato) depende da existência de várias características elevadas, as quais o indivíduo não pode alcançar exceto se for por meio de uma ajuda divina. Então, ele sucede ao Profeta Mohammad (que a paz esteja com ele e sua família purificada).com seu conhecimento nas questões fundamentais ou secundárias, e ao mesmo tempo, o Imam (Líder) sucede o Profeta em sua justiça, infalibilidade, liderança sábia e entre outras questões.

 

. Al-IMAMHA- LIDERANÇA, As-sayed Charif  Sayed Al-ameli ,P 19 _ 21

A história islâmica testemunha que todos os califas após o Imam Ali (qua a paz esteja com ele) deixaram histórias sangrentas, esses foram os que governaram a nação, mataram inocentes, executaram companheiros e seguidores do Profeta Muhammad  (que a paz esteja com ele e sua família purificada)., saquearam riquezas, confiscaram propriedades e preencheram a Terra com opressão e injustiça, isso desde quando Mu´awiyah dominou o trono do governo até o ultimo governante entre a geração de Maruwan. Tudo isso levou a nação a uma grande revolta, o que levou a execução de todos, desde os menores até os mais velhos, e não sobrou mais ninguém entre eles, sendo que alguns entre eles fugiram para a Andaluzia

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
6 + 4 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.