O universo do ponto de vista islâmico

12:33 - 2021/09/14

O universo — isto é, tudo o que existe fora de Deus — é criação de Deus, Glorificado- Seja, e a realidade deste mundo é caracterizada pela “dependência” e apego a Deus Glorifica Seja , de forma que as coisas existentes não permitam estar em necessidade Dele por um instante.

O universo é criação de Deus

Quando dizemos que “o mundo é criação de Deus” queremos dizer que foi criado por Sua vontade e disposição, e que sua relação com Deus não é como aquela entre pai e filho, portanto, a relação entre o universo e Deus não é baseada na geração. Diz o Altíssimo:
“Jamais gerou ou foi gerado!”[1]

A ordem atual do universo não é perpétua
A ordem atual do universo é permanente, nem eterna, mas se desintegrará e desaparecerá depois de um tempo cuja delimitação só Deus conhece, e depois disso será estabelecida outra ordem que é a do mundo além, e isso é chamado de maâd (o retorno). Diz o Altíssimo:
“No dia em que a terra for trocada por outra (coisa) que não seja terra, como também os céus, quando os homens comparecerem ante Deus, Único, Irresistível,”.[2] 
Essa realidade é indicada no versículo que diz:
“Somos de Deus e a Ele retornaremos”.[3]

A lei de causa e efeito
A ordem atual de existência é baseada no princípio de “causa e efeito” que governa a totalidade de seus fenômenos e partes.
A influência de todo fenômeno sobre o outro depende do consentimento e da disposição divina, que geralmente dispõe que a dispensação de Suas graças seja concretizada por meio do regime de causalidade e de causas e efeitos.

É evidente que a crença de que “os fenômenos do universo influenciam-se mutuamente” não implica necessariamente aceitar que foram criados, mas o que queremos dizer com isso é que essas causas e efeitos têm — com o consentimento de Deus — o terreno a materialização de outros fenômenos, e que qualquer tipo de efeito é um expoente da disposição e da Vontade Divina absoluta.
O Alcorão Sagrado apontou os dois assuntos acima mencionados, ou seja, os fenômenos naturais estão sujeitos à regra de “causa e efeito”, e também que o efeito de cada causa no universo depende do consentimento Divino absoluto.
Com relação ao primeiro, contentamo-nos em mencionar o seguinte versículo:
“Ele envia do céu a água, com a qual faz brotar os frutos para o vosso sustento”.[4]

Em relação ao segundo, estamos contentes com o seguinte versículo:
“Da terra fértil brota a vegetação, com o beneplácito do seu Senhor;”[5]

A “existência” não é apenas equivalente o universo material
A existência não é sinônimo de existência material, uma vez que não se limita aos limites da matéria, mas abrange muito mais do que isso, e é o que está além dela pelo  que o Sagrado Alcorão chama de “o mundo dos ocultos” em oposição para o “mundo  testemunhável”.
Assim como os fenômenos materiais influenciam uns aos outros com o consentimento de Deus, Glorificado seja, também as entidades ocultas influenciam o mundo da natureza por meio do consentimento divino. Em outras palavras, eles são os meios para dons divinos.

Com relação à influência que os anjos de Deus têm sobre os fenômenos do mundo material, o Sagrado Alcorão é expresso da seguinte maneira:
“Ele é o Soberano absoluto dos Seus servos, e vos envia anjos da guarda”..[6]

 

[1] Alcorão sagrado. C.112, V.3.

[2] Alcorão sagrado. C.14, V.48.

[3] Alcorão sagrado. C.2, V.156.

[4] Alcorão sagrado. C.2, V.22.

[5] Alcorão sagrado. C.7, V.58.

[6] Alcorão sagrado. C.6, V.61.

 

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.