Nahjul Balagha Sermão nº 87

13:07 - 2021/09/15

-A clássica seleção de sermões, cartas e ditos do Imam Ali ibn abi Taleb (que a paz esteja com ele), o Príncipe dos Fiéis, compilada pelo grande sábio Sharif al-Radhi. Esta obra é a segunda mais importante na literatura ética-moral islâmica, ficando atrás apenas do Alcorão Sagrado, e é um retrato fiel do caráter, eloquência e grandiosidade do Imam Ali (que a paz esteja com ele).

Nahjul Balagha Sermão nº 87

 

Sinais do caráter dos tementes, características da corrupção, o valor da boa família e a desconfiança errônea de algumas pessoas.
Ó! Criaturas de Deus, sabei que o mais amado por Deus é aquele a quem Ele deu poder para agir contra as paixões, tanto que o seu lado interior está em pesar e o seu exterior está coberto de temor. O lume da diretriz está a queimar-lhe o coração. Considera o que está longe como estando perto e toma as coisas cruentam como luz. Olha e percebe; relembra Deus e realça a intensidade das ações; bebe água potável de uma fonte para cujo acesso seu procedimento tornou fácil. Então, bebe a se fartar, indo pelo caminho aplainado. Descartou-se das suas vestes de desejos e se desfez das preocupações, menos daquela que lhe é peculiar. Está a salvo dos extravios e da companhia daqueles que seguem suas paixões. Tornou-se a chave das portas da diretriz e a fechadura das portas da destruição. Achou o seu caminho e por ele vai seguindo. Conhece o seu pilar e passou por cima das águas profundas. Agarrou-se fortemente aos mais firmes suportes e as mais resistentes cordas. Encontra-se naquele grau de convicção que é como o brilho do sol. Entregou-se ao Glorificado Deus para a realização dos mais sublimes atos, encarando tudo o que se abate sobre ele e dando todos os passos necessários para tanto. Na escuridão, é o lume. É o que dispersa toda a cegueira, a chave para o que é obscuro, o removedor das complexidades e o guia nos vastos desertos. Quando fala, faz-se entender, se bem que quando se mantém em silêncio é porque é mais prudente assim fazer. Fez tudo, somente para Deus e Deus também se tornou um dos seus. Por conseguinte é como as minas da fé de Deus e como um marco na sua terra. Impôs a si próprio a justiça. O primeiro passo para a sua justiça é a rejeição dos desejos do coração. Descreve o que é certo e age de acordo com isso. Não há bem que ele não vise, tampouco há lugar de virtude ao qual não se dirija. Colocou suas próprias rédeas nas mãos do Alcorão. Portanto, este é o seu guia e líder. Rebaixa-se quando o Alcorão abaixa o seu ânimo e assenta-se onde o Alcorão quer que se assente. Ao passo que o outro tipo de homem é aquele que se diz estudado, sem o ser. Coligiu ignorância dos ignorantes e extravio dos extraviados. Armou para o povo uma armadilha feita das cordas do engodo e da fala mentirosa. Acata o Alcorão de acordo com seus próprios pontos de vista, e o que é direito, segundo suas paixões. Faz com que as pessoas se sintam salvas dos grandes pecados e com que os pesados crimes sejam leves. Diz que espera por esclarecimento das dúvidas, mas nelas permanece mergulhado, e que permanece afastado das inovações, mas está virtualmente imerso nelas. Seu formato é de um homem, mas seu coração é de um animal. Não conhece a porta da diretriz para seguir e nem a porta do extravio, para que dela se mantenha afastado. Estes são corpos mortos vivos. Então, onde estais transitando e para onde estais sendo dirigidos? As insígnias da diretriz estão de pé; as indicações da virtude são claras; e os minaretes da luz foram fixados. Por que vos deixais levar pelo mau caminho e como é que andais às cegas, sendo que tendes entre vós os descendentes do Profeta (S.A.A.S.)? Estes constituem as rédeas da retidão, as insígnias da fé e as línguas da verdade. Concordai com eles com a mesma boa disposição com que concordai com o Alcorão, e dirigi-vos a eles assim como os camelos se dirigem para as nascentes de água. Ó! Povo, atentai para este dizer do derradeiro dos profetas que afirma que aquele dentre nós que morre não está morto e aquele dentre nós que decair não estará realmente decaído. Não digais coisas das quais não entendeis, porque a maior parte das coisas certas é o que vós negais. Aceitai o argumento daquele contra o qual não tendes argumento algum; ou seja, eu. Será que não agi diante de vós de acordo com o Alcorão, e não retive entre vós os descendentes do Profeta (S.A.A.S.)? Eu fixei entre vós o estandarte da fé e vos ensineis os limites do que é lícito e do que é ilícito. Eu vos vesti com as vestes da segurança, com minha justiça, e estendi para vós o tapete da virtude, com a minha palavra e os meus feitos. Mostrei-vos maneiras dignas através de mim próprio. Não exerciteis vossa imaginação naquilo que os olhos não podem ver e a mente não pode conceber.

Sobre Banu Umayya.

Até o dia em que as pessoas comecem a pensar que o mundo esteja ligado aos omíadas, que estes lhes estejam mostrando os benefícios e dirigindo-as para as claras nascentes de água, suas espadas e chicotes não serão retirados delas. Qualquer um que assim pense está errado. Estas são apenas partes dos prazeres da vida, que elas deglutirão, por um tempo, sendo que depois as vomitarão por inteiro.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.
تمامی حقوق متعلق به اداره تبلیغ اینترنتی معاونت تبلیغ حوزه های علمیه می باشد