Nahjul Balagha Sermão nº 115

13:31 - 2021/09/28

-A clássica seleção de sermões, cartas e ditos do Imam Ali ibn abi Taleb (que a paz esteja com ele), o Príncipe dos Fiéis, compilada pelo grande sábio Sharif al-Radhi. Esta obra é a segunda mais importante na literatura ética-moral islâmica, ficando atrás apenas do Alcorão Sagrado, e é um retrato fiel do caráter, eloquência e grandiosidade do Imam Ali (que a paz esteja com ele).

Nahjul Balagha Sermão nº 115

Pedido por chuva
“Deus meu, nossas montanhas secaram e a nossa terra tornou-se pó.
Nosso gado está sedento e aturdido em seus currais. As reses estão berrando como mães que pranteiam seus filhos(mortos). O gado está cansado de ir para as pastagens e ansiando as aguadas.
Deus meu, tem misericórdia dos gemidos dos que gemem e da ânsia dos que anelam. Deus meu, tem misericórdia do seu aturdimento pelos caminhos e dos seus berros nos cercados. Deus meu, nos voltamos a ti quando os anos de seca se abateram obre nós como (cáfila) de camelos magros, e as nuvens de chuva nos abandonaram.
Tu és a esperança dos aflitos e o socorro dos que buscam. Apelamos para ti quando as pessoas já perderam a esperança, as nuvens lhes foram negadas e o gado morreu, para que não nos castigues por nossos feitos, não nos pegues pelos nossos pecados; e espalha a tua misericórdia sobre nós, em forma de ninhos, de vergéis, de vegetação nascente e de chuva pesada, com a qual tudo que esteja morto retorne a vida, e tudo que está perdido, volte.
Deus meu, manda a tua chuva, que será vivificante, satisfatória, ampla, disseminada, purificada, abençoada, dadivosa e revigorante.
A vegetação da terra será exuberante, os galhos das árvores estarão cheios de frutas, as folhas serão verdes. Com ela, tu revigoras os fracos entre as tuas criaturas e traz de volta a vida as tuas cidades mortas.
Deus meu, envia-nos a tua chuva, com a qual nossos planaltos ficarão cobertos de capim-verde, os arroios correrão, nossos sítios ficarão verdejantes, nossas frutas se desenvolverão, nosso gado engordará, nossas áreas longínquas e abandonadas serão irrigadas, nossas áreas secas se beneficiarão, isso tudo com tuas vastas bençãos e incomensurável concessão para com o teu universo desesperado e os teus animais não domesticados. E despeja sobre nós a chuva abundante, contínua e pesada, sempre que um ciclo de chuva colidir com o outro e um pingo de chuva empurrar outro (numa corrente contínua), seus raios não serão enganadores, suas faces não serão destituídas de chuva, suas nuvens brancas não estarão espalhadas e a chuva não será leve, para que a incidência da fome não se desenvolva, por causa da vegetação abundante, para que as áreas castigadas pela seca voltem a vida, com tal benção. Certamente tu envias a chuva após as pessoas terem perdido as esperanças e espalhas a tua misericórdia, uma vez que és o Guardião, o digno de louvor.”

(Sayyed Al-Radi explicando as maravilhosas expressões deste sermão:“as palavras de Amirul Muminin “inahat a jibaluna” significam as montanhas rachadas por causa da seca. É dito “insaha as saub” , quando ela está dilacerada. É também dito “insaha a n nabt ou sáha, ou sawwaha” quando a vegetação murcha e seca. Suas palavras “hadhabir us sinin” , este é o plural de “hidbár” e significa o camelo que, de muito caminhar, tornou-se magro. Então Amirul Muminin comparou tal camelo com o ano em que a seca ocorreu. O poeta árabe Zur Ruma disse:“ os camelos magros permanecem em seus lugares, encarando as asperezas e somente se movem quando os levamos a alguma área seca “. Suas palavras “Wa la kaza in rababuha” . Aqui significam pequenas nuvens espalhadas pelo céu. São suas as palavras “wa la shafánin zihabuha” , fazem às vezes de“ wa la zate shafánin zihábuha” . “Shafán“ significa vento frio e “zihab” significa chuva leve. Ele omitiu a palavra “Zata” aqui, porque os ouvintes já tinham conhecimento dela).

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.