Diversos signifcados da palavra “Din

20:17 - 2021/11/10

-

religioso

A palavra “Din” foi utilizada na língua árabe com diversos signifcados. Eis al guns:

1 – Como punição: Foi utilizada com o sentido de punição em diversas passagens no Sagrado Alcorão. Disse Deus, Glorifcado e Exaltado seja: “Soberano do dia do Juízo – em árabe: “Máliki yaumi’Din” – isto é, “Soberano do Dia da Punição”.[1] Foi utilizada, também, nos nobres Ditos Proféticos1 com o signifcado de punição, como, por exemplo: “Ó flho de Adão! Seja o que qui ser: do mesmo modo que pune, será punido.”

2- Como obediência: O termo Din foi utilizado em alguns temas no Sagrado Alcorão com o sentido de obediência. Disse Deus, Glorifcado e Exaltado seja: “Seu é tudo quanto existe nos céus e na terra. Somente a Ele devemos obediência permanente. Temeríeis, acaso, alguém além de Deus?[2]
Foi utilizado, ainda, em vários momentos nos Nobres Ditos Proféticos no sentido de obediência como, por exemplo: “O conhecimento é o Din que se pratica”, isto é: “é a forma pela qual obedecemos a Deus”. E “o homem adotou o Islã como Din”: signifca que o homem é devoto do Islã e tornou-se religioso através dele.
Se quisermos conhecer o Din, de modo geral e sucinto, podemos dizer: O Din é conhecimento e obediência, de acordo com a determinação divina. Para esclarecer isto, dizemos: Os princípios e as bases do pensamento e da conduta doutrinária e ideológica do ser humano são os próprios princípios da religião.
Pretende-se com isto dizer que são estes princípios compreendem questões vinculadas à crença e à conduta reflexiva do ser humano, sobre os quais são construídos os componentes da religião ligados às ações humanas, ou seja, ligados à conduta prática da pessoa. As determinações da religião agem no sentido de dar uma orientação quotidiana ao ser humano e organizar a sua vida individual e social. Em síntese, o conhecimento e a crença são chamados princípios do Din.

Portanto, Din é conhecimento, obediência, conhecimento dos princípios religiosos e obediência a suas determinações. Assim, o seguidor da religião islâmica infere que o conceito de Din , partindo-se de um ponto de vista puramente corânico2 , é profundo e complexo. Este conceito compreende a ação divina em geral, que abrange todas as pessoas, animais, plantas e coisas, em qualquer tempo e lugar, não aceitando qualquer modifcação ou transformação com o passar do tempo e a sucessão das gerações.

É necessário que todas as pessoas sigam o entendimento do Alcorão, pois a Escritura apresenta-se à humanidade como Verdade válida em toda sua evolução histórica,
mantendo um só aspecto ao longo do tempo, sem contradição nem discrepância. Um aspecto digno de nota é que o Alcorão não utiliza, em absoluto, a palavra Din no plural, ou seja, “Adian”. Afrma, sim, no singular como, por exemplo: “Para Allah, a religião (Din) é o Islã. E os adeptos do Livro só discordaram por inveja, depois que a verdade lhes foi revelada. Porém, quem nega os versículos de Allah, saiba que Allah é Destro em ajustar contas”. (Ál-Imrán, 19). “Quem quer que siga outra religião (Din), que não seja o Islam, (ela) jamais será aceita e, no Outro Mundo, contar-se-á entre os desventurados”[3].
Cabe, aqui, referência a outro conceito importante dentro da ideologia e teologia muçulmana, que é o de “Lei Islâmica” (sharí‘a ou, simplesmente, xaria). Este conceito compreende o conjunto de conhecimentos e preceitos morais e sociais que regulam a vida do muçulmano. Baseada no Alcorão, nos ahadith (ditos) e na sunna (práticas) do Profeta (S.), a xaria é passível de ser modifcada com o tempo, a evolução das sociedades e o aperfeiçoamento das nações.

Dessa forma, sofre o molde das mudanças que ocorrem no mundo sensível – nos seus aspectos político, social e econômico – respondendo às questões que se impõem em cada época. Aqui, não há problema em se utilizar o plural. Pode-se dizer “Leis Islâmicas” (shará-i‘).

 

[1] . Surata “Al-Fátiha”, 4

[2] . An-Nahl, 52

[3] . Ál-Imrán, 85

A palavra “Din” foi utilizada na língua árabe com diversos signifcados como punição e obediência.Portanto, Din é conhecimento, obediência, conhecimento dos princípios religiosos e obediência a suas determinações

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
6 + 1 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.