A revolução científica no Irã I

13:50 - 2021/11/29

-Neste artigo apresentamos o contexto de início da série intitulada “A Revolução e o movimento da produção científica no Irã”, na qual revisamos algumas dimensões do progresso científico iraniano.

A revolução científica no Irã I

O território do Irã, desde tempos milenares, foi o berço da ciência e da civilização, e o mundo deve grande parte de sua civilização atual às conquistas alcançadas nesta terra em diferentes épocas. Após a Revolução Islâmica e o fim da guerra contra o Irã, surgiu outro Marco no progresso, produção e crescimento da ciência neste território.

 

Tendo em conta a importância que a República Islâmica do Irã atribui à ciência e à educação, no calendário deste país foi marcado “Semana do professor” como oportunidade de elogio o trabalho de mestres, professores e pioneiros no campo da ciência no Irã islâmico, na verdade, todas as personalidades que estão empenhadas na educação da nação.

O povo iraniano, devido aos seus princípios religiosos e culturais, atribui grande importância aos professores, por acreditar que a felicidade do homem nos dois mundos está nas mãos dos professores e líderes espirituais da sociedade. Com base nesse princípio, nos últimos anos, a República Islâmica do Irã alcançou importantes conquistas no campo da ciência internacional, o que aumentou sua posição no ranking mundial de produção científica.

A República Islâmica do Irã é um dos países que, apesar das fortes e duradouras sanções impostas pelos governos hegemônicos, nas últimas duas décadas, fez muitos avanços na maioria das áreas da pesquisa e da ciência. Por exemplo, a população acadêmica do Irã cresceu de 100,000 pessoas antes da vitória da Revolução Islâmica no Irã para mais de 4.000.000 nos últimos anos.
Em outras palavras, durante as últimas quatro décadas, A população do Irã triplicou, passando de 30 para 80 milhões, mas a população universitária do país cresceu mais de quarenta vezes.

Um ponto interessante é que o desenvolvimento e avanço científico do Irã foram baseados na justiça social. Por exemplo, graças à observação da equidade de gênero no uso de instalações educacionais, as mulheres atualmente constituem mais da metade da população estudantil do país. Além disso, em áreas desfavorecidas, quase todas as classes sociais têm acesso a instalações educacionais e Incluído contam com centros de ensino moderno.

Relatórios confiáveis de centros científicos mundiais mostram que o Irã foi um dos pioneiros na produção científica nas últimas duas décadas. Segundo relatório da Thomson Reuters, o crescimento da produção científica do Irã em 2016 aumentou 2,4% em relação ao ano anterior. e acordo com este relatório, no ano 2016, pesquisadores iranianos produziram 1,6% dos artigos mundiais. Além do que destaca que, durante 16 anos, os investigadores do Irã para a produção científica mundial aumentou 18 vezes. De acordo com o Dr. Vahid Ahmadi, subdiretor do Ministério da Ciência, Pesquisa e Tecnologia iraniano para pesquisa e assuntos científicos, de acordo com o banco de dados de referência SCOPUS, sobre a taxa de crescimento científico de 20 países em 2014, o Irã ocupa o terceiro lugar no mundo. Além disso, do ponto de vista das melhores universidades do mundo, o Irã alcançou o 23.º lugar nos últimos anos, uma boa classificação em relação aos anos anteriores e em comparação com muitos países avançados, o qual mostra um crescimento científico significativo das universidades iranianas nas últimas décadas.

 

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
11 + 0 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.