A estrada para a Luz, versículos 76-84 do capítulo de Báqara

10:00 - 2022/01/26

-O Alcorão é o eterno milagre. É o último livro de Deus enviado para orientação da humanidade, por intermédio do último Profeta, Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele). O Alcorão está dividido em 114 capítulos, de tamanhos variados, a mais longa é a Báqara, (a Vaca), que consiste de 286 versículos, e o mais curta é Al-Cauçar, (a Abundância), de apenas três versículos. Todo o Alcorão contém 6,666 versículos, com 323 671 letras. Os capítulos revelados antes da migração do Profeta para Medina são chamados de Meca, e os revelados após a migração, de Medina.

A estrada para a Luz, versículos 76-84 do capítulo de Báqara

 

Os últimos versículos do capítulo de Báqara referiu-se à história da vaca dos filhos de Israel, finalmente, com diferentes obstáculos no exercício dos mandamentos divinos, eles compraram uma vaca com condições especiais, esta vaca pertencia a um órfão de uma boa família, os filhos de Israel foram forçados a comprar a vaca muito caro.
Esta vaca foi sacrificado com mandato do profeta Moisés e assim com a morte da vaca acabou o problema de adorar os gémeos e também salvou um órfão da pobreza.

Continuando um estudo e conhecimento mais aprofundado dos versículos do Alcorão, seguidamente vamos difundir outros versículos do capítulo Báqara:
وإذا لقوا الذين آمنوا قالوا آمنا وإذا خلا بعضهم إلى بعض قالوا أتحدثونهم بما فتح الله عليكم ليحاجوكم به عند ربكم أفلا تعقلون

Quando se encontram com os fiéis, declaram: cremos! Porém, quando se reúnem entre si, dizem: relatar-lhes-eis o que Deus vos revelou para que, com isso, vos refutem perante o vosso Senhor? Não raciocinais? (Báqara: 76)
أولا يعلمون أن الله يعلم ما يسرون وما يعلنون

Ignoram, acaso, que Deus sabe tanto o que ocultam, como o que manifestam? (Báqara: 77)
ومنهم أميون لا يعلمون الكتاب إلا أماني وإن هم إلا يظنون

Entre eles hão iletrados que não compreendem o Livro, a não ser segundo os seus desejos, e não fazem mais do que conjecturar. (Báqara: 78)
فويل للذين يكتبون الكتاب بأيديهم ثم يقولون هذا من عند الله ليشتروا به ثمنا قليلا فويل لهم مما كتبت أيديهم وويل لهم مما يكسبون

Ai daqueles que copiam o Livro, (alterando-o) com as suas mãos, e então dizem: isto emana de Deus, para negociá-lo a vil preço. Ai deles, pelo que as suas mãos escreveram! E ai deles, pelo que lucraram! (Báqara: 79)
Os versículos 76 – 79 de capítulo de Báqara.
No início do Islã alguns judeus quando observavam os muçulmanos disseram, uma vez que os sinais de seu profeta são lidos na Torá, também acreditamos em sua religião. Sabendo disso (autoridades) judaicas repreenderam-nos e disseram-lhe não reconteis características de Mohammad que se lê a Torá para que não ter nenhum argumento contra você diante de Deus. Enquanto isso, recitou os versículos e respondeu-lhes.

Os filhos de Israel viram características para Deus que foram percebidas pela sua visão materialista limitada, embora a ciência, o poder, a vontade e a sabedoria de Deus são infinitos e ilimitados, o Criador de existência está correndo do que passa em corações. Nesse sentido os versículos dividem os filhos de Israel em dois grupos distintos, um popular e outro dos cientistas, o grupo popular não tira partido da ciência que não estava ciente das deturpações da Torá e seus problemas, e outro grupo, os cientistas dos filhos de Israel, que deturpou os fatos a seu favor e eles se aproveitaram da religião como um meio de vida mundana. O Alcorão protesta contra este grupo e no versículo 79 diz:
فويل للذين يكتبون الكتاب بأيديهم ثم يقولون هذا من عند الله ليشتروا به ثمنا قليلا فويل لهم مما كتبت أيديهم وويل لهم مما يكسبون

Ai daqueles que copiam o Livro, (alterando-o) com as suas mãos, e então dizem: isto emana de Deus, para negociá-lo a vil preço. Ai deles, pelo que as suas mãos escreveram! E ai deles, pelo que lucraram! (Báqara: 79)
Este ponto de vista do Alcorão é que a maior traição é traição cultural, falsidade ideológica e traição oculta da verdade está privando muitas gerações de perceber a verdade e levar a comunidade para o desvio. Além disso, esses homens devem ter cuidado para não aceitar qualquer palavra, mesmo se o seu parceiro fosse, aparentemente, um sábio que fingiria religiosa. Ele diz:

Em seguida, ouvimos os versículos 80, 82 do capítulo de Báqara:
وقالوا لن تمسنا النار إلا أياما معدودة قل أتخذتم عند الله عهدا فلن يخلف الله عهده أم تقولون على الله ما لا تعلمون

E asseveram: O fogo não vos atormentará, senão por dias contados. Pergunta-lhes: recebestes, acaso, de Deus um compromisso? Pois, sabei que Deus jamais quebra o Seu compromisso. Ou dizeis de Deus o que ignorais? (Báqara: 80)
بلى من كسب سيئة وأحاطت به خطيئته فأولئك أصحاب النار هم فيها خالدون

Qual! Aqueles que lucram por meio de um mal e estão envolvidos por suas faltas serão os condenados ao inferno, no qual permanecerão eternamente. Báqara: 81)
والذين آمنوا وعملوا الصالحات أولئك أصحاب الجنة هم فيها خالدون

Os fiéis, que praticam o bem, serão os diletos do Paraíso, onde morarão eternamente. (Báqara: 82)
Estes versículos indicam que o espírito expansionista que hoje é observado em um grupo sionista, no passado havia também com os filhos de Israel, os judeus que não sabiam o mandado divino, eles imaginavam que eram superiores mais do que outros perante o Deus e também por falsidade imaginando esse privilégio racial no mundo também estaria em seu favor, por isso, se cometessem um pecado o seu castigo seria menos que os outros e não duraria mais do que alguns dias, aqui se disse que não é se não uma acusação atribuída ao Deus já que Deus criou aqueles iguais a todos os homens e não há nenhuma diferença entre eles em recompensa e punição. Principalmente qualquer tipo de privilégio com base na tribo, raça e religião não se encaixa em qualquer lógica e só piedade e boas ações são considerados como critério de superioridade dos homens.

A continuação dos versículos indicam que o critério é o nível de recompensa e punição no dia da ressurreição e sublinha que aqueles que cometem pecado voluntariamente, vão se queimar no fogo eterno e o castigo não há diferença entre judeu com outro segredo e o que será nos jardins são aqueles que creem e fazem boas obras.
Os versículos 83 e 84 lembram acordos que os judeus haviam ignorado e foram criticados por eles, estes versículos incluem uma série de regras gerais para todas as nações do mundo e lembre-se os fatores de duração e honra das nações como o sigilo e sua fraqueza:
وإذ أخذنا ميثاق بني إسرائيل لا تعبدون إلا الله وبالوالدين إحسانا وذي القربى واليتامى والمساكين وقولوا للناس حسنا وأقيموا الصلاة وآتوا الزكاة ثم توليتم إلا قليلا منكم وأنتم معرضون

E de quando exigimos o compromisso dos israelitas, ordenando-lhes: não adoreis senão a Deus; tratai com benevolência vossos pais e parentes, os órfãos e os necessitados; falai ao próximo com doçura; observai a oração e pagai o zakat. Porém, vós renegastes desdenhosamente, salvo um pequeno número entre vós. (Báqara: 83)
وإذ أخذنا ميثاقكم لا تسفكون دماءكم ولا تخرجون أنفسكم من دياركم ثم أقررتم وأنتم تشهدون

E de quando exigimos nosso compromisso, ordenando-vos: não derrameis o vosso sangue, nem vos expulseis reciprocamente de vossas casas; logo o confirmastes e testemunhastes. (Báqara: 84)
Os versículos alertam que desse ponto de vista do Alcorão, a honra das nações é, no caso em que se apoiam o Grande Poder e pedem ajuda em todos os estados e, por outro lado, o tempo das nações depende da unidade entre as pessoas da comunidade.
O Alcorão define esta unidade do ângulo mais próximo, ou seja, é dizer aos país e em etapa posterior aos familiares e a comunidade, e o segredo do fracasso e destruição das nações existe na falta de unidade e a criação de conflito e contradições.

 

 

Fonte : Pars Today

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.