Os direitos humanos no pensamento Islâmico II

02:30 - 2022/05/17

-De acordo com os ensinamentos islâmicos, o direito de legalizar os direitos humanos corresponde somente a Deus. Deus todo-poderoso, por meio de seus enviados e inspiração das Escrituras celestial tem determinado esses padrões para as pessoas. Desde o primeiro dia em que foi criado os seres humanos, Deus disse nos livros celestes para guiar o homem. Nestes livros mostram de onde viemos e para onde estamos indo e como fazer para seguir o caminho certo para chegar a Deus.

Os direitos humanos no pensamento Islâmico II

Continuação do artigo anterior:
Entre outros versos que convidam os muçulmanos a respeitarem os direitos da família global é ordem completa e valiosa que foi mencionada por três profetas e três vezes no Alcorão Sagrado em 85 versículos do capítulo Os lugares altos que diz:

"E aos medianitas enviamos seu irmão Xuaib, que lhes disse: Ó povo meu, adorai a Deus, porque não tereis outra divindade além d'Ele! Já vos chegou uma evidência do vosso Senhor! Sede leais, na medida e no peso! Não defraudeis o próximo e não causeis corrupção na terra, depois de ela haver sido pacificada! Isso será melhor para vós, se sois fiéis."[1]

No versículo 85 do capítulo 11 lê:

" E Ó povo meu, disponde da medida e do peso com eqüidade; não defraudeis os humanos em seus bens e não pratiqueis a devassidão na terra, como corruptores."[2]

No versículo 183 do capítulo 26 diz:

"E não defraudeis os humanos em seus bens, e não pratiqueis devassidão na terra, com a intenção de corrompê-la."[3]

Estas recomendações nos tempos de Shuaib existiu, e desde então até agora sempre foram levantadas pelas religiões divinas. Shuaib, obviamente, tinha aprendido tudo isto na escola de Ibrahim. Estas mensagens pertencem a todas as escolas divinas. Estes versos cobrirá todas as dimensões da vida de todas as pessoas de qualquer religião e raça.

Por exemplo, quando um muçulmano e um rosto de um ateu enfrenta o tribunal, o juiz é obrigado a defender a justiça sem fazer distinção entre eles.

Então, no versículo 85 do capítulo 4 que diz:

"Quem interceder em favor de uma causa nobre participará dela; por outra, quem interceder em favor de um ignóbil princípio, igualmente participará dele; e Deus tem poder sobre tudo."[4]

A religião do Islã contém várias mensagens humanitárias e filantrópicas para todos. O ser humano, como um crente no Senhor é superior a sua razão, vontade e responsabilidade. Portanto, Deus enviou os profetas para ajudar e guiar os homens na terra e assuntos invisíveis após a morte, e tudo que o homem precisa para formar sua vida neste mundo e no outro mundo. Além disso, Deus colocou os livros celestiais aos seus crentes para guiá-los. O Alcorão é a Escritura celestial mais abrangente e que contém mensagens humanitárias e filantrópicas para todos os homens e não apenas para os muçulmanos.

Em eras modernas, todos os seres humanos têm seus ritos divinos de acesso. Além disso, é claro que nos dias de hoje os muçulmanos têm a capacidade de realizar todos os ritos islâmicos em todo o mundo. Assim hoje o dever de todo muçulmano é caminhar em direção para poder executar esses ritos. O ponto importante é que os muçulmanos têm o direito de impor a lei islâmica em sua batalha com outros seres humanos. Uma maneira de alcançar este objetivo é proibir o mal e fazer o bem, enquanto alguns extremistas exigindo a aplicação da lei islâmica.

Assim, o Alcorão para os muçulmanos demonstrados no versículo 41 do capítulo 22 que diz:

"São aqueles que, quando os estabelecemos na terra, observam a oração, pagam o zakat, recomendam o bem e proíbem o ilícito. E em Deus repousa o destino de todos os assuntos."[5]

O outro ponto é que o Islã tem grande ênfase na manutenção de relações internacionais em respeitar o resultado é que o Islã, respeitando todos os membros da família do mundo, seus seguidores foram forçados a usar todas as suas possibilidades de convocar a família a globalização em seguir a justiça anunciada pelo Islã.

 

[1] وَإِلَىٰ مَدۡيَنَ أَخَاهُمۡ شُعَيۡبٗاۚ قَالَ يَٰقَوۡمِ ٱعۡبُدُواْ ٱللَّهَ مَا لَكُم مِّنۡ إِلَٰهٍ غَيۡرُهُۥۖ قَدۡ جَآءَتۡكُم بَيِّنَةٞ مِّن رَّبِّكُمۡۖ فَأَوۡفُواْ ٱلۡكَيۡلَ وَٱلۡمِيزَانَ وَلَا تَبۡخَسُواْ ٱلنَّاسَ أَشۡيَآءَهُمۡ وَلَا تُفۡسِدُواْ فِي ٱلۡأَرۡضِ بَعۡدَ إِصۡلَٰحِهَاۚ ذَٰلِكُمۡ خَيۡرٞ لَّكُمۡ إِن كُنتُم مُّؤۡمِنِينَ

[2] وَيَٰقَوۡمِ أَوۡفُواْ ٱلۡمِكۡيَالَ وَٱلۡمِيزَانَ بِٱلۡقِسۡطِۖ وَلَا تَبۡخَسُواْ ٱلنَّاسَ أَشۡيَآءَهُمۡ وَلَا تَعۡثَوۡاْ فِي ٱلۡأَرۡضِ مُفۡسِدِينَ

[3] وَلَا تَبۡخَسُواْ ٱلنَّاسَ أَشۡيَآءَهُمۡ وَلَا تَعۡثَوۡاْ فِي ٱلۡأَرۡضِ مُفۡسِدِينَ

[4] مَّن يَشۡفَعۡ شَفَٰعَةً حَسَنَةٗ يَكُن لَّهُۥ نَصِيبٞ مِّنۡهَاۖ وَمَن يَشۡفَعۡ شَفَٰعَةٗ سَيِّئَةٗ يَكُن لَّهُۥ كِفۡلٞ مِّنۡهَاۗ وَكَانَ ٱللَّهُ عَلَىٰ كُلِّ شَيۡءٖ مُّقِيتٗا

[5] ٱلَّذِينَ إِن مَّكَّنَّـٰهُمۡ فِي ٱلۡأَرۡضِ أَقَامُواْ ٱلصَّلَوٰةَ وَءَاتَوُاْ ٱلزَّكَوٰةَ وَأَمَرُواْ بِٱلۡمَعۡرُوفِ وَنَهَوۡاْ عَنِ ٱلۡمُنكَرِۗ وَلِلَّهِ عَٰقِبَةُ ٱلۡأُمُورِ

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.