Evitar a Ocorrência de Problemas e Desentendimentos I

21:30 - 2022/05/28

 Os problemas e desentendimentos na família criarão tensão e uma atmosfera incômoda, ameaçando a estabilidade familiar. Em muitos casos, poderá mesmo levar a dissolução, a destruição do matrimônio, o que causará a ansiedade em todos os membros da família, sobre-tudo nos filhos. Assim, as diferenças e a situação tensa entre os pais levam a criança ao desequilíbrio emocional em todas as fases de sua vida, desde o estágio inicial da gravidez, na infância e em todos os demais estágios.

Quais são os três tipos de conflitos?

A atmosfera tensa influencia a personalidade futura do filho (na realidade, o comportamento inquieto e as enfermidades psicológicas que afetam a criança em sua infância como em sua idade madura, resultam do tratamento errôneo dos pais, como a dificuldade material que cria tensão na atmosfera familiar, o que frequentemente atinge a estabilidade psicológica da criança).[1]
O sábio Girard Fujan diz: “A mulher no lar, que não possui prudência suficiente como ser humano, mãe e esposa não será capaz de criar o sentimento de segurança”.

O sentimento de segurança e a estabilidade são os mais importantes fatores na formação prudente da personalidade da criança, então, numa situação em que há contínuos desentendimentos e tensão esse sentimento deixa de existir. A criança se encontrará num dilema e diante de uma situação confusa, em semelhante situação, não saberá o que fazer, não será capaz de interromper o conflito ou a controvérsia, sobretudo se forem acompanhados de violência. Não poderá também tomar partido do pai ou da mãe. Ademais, para trazerem o filho para o seu lado, tentarão fazer valer o seu direito pela acusação ao companheiro dando início a (mais) problemas e diferenças, tudo isso deixará um ponto escuro no íntimo, no cérebro e nas expectativas da criança.

Dr. Sapok diz: “Na verdade, os profissionais da área da psicologia se deparam com milhares de situações em que as crianças que foram criadas em ambientes familiares cheios de divergências, sentem-se diferentes dos outros seres humanos na idade madura e perdem a autoconfiança. Temem estabelecer relações emocionais sólidas, pois, consideram que o significado da formação de uma família seja a criação de divergências no lar e humilhações mútuas”.

Essas divergências e tensões que ocorrem diferem de uma família para outra e na maneira com que se manifestam no seio familiar. Podem ser severos, ofensivos com humilhações contínuas ou com agressões e castigos físicos. A criança, por sua vez, entenderá todas essas práticas como o resultado das divergências familiares, o que se refletirá em seu presente e no seu futuro. Por isso, vemos algumas crianças humilhando ou até mesmo batendo em suas mães, e na idade madura aplicando os mesmos métodos com as suas esposas. Para prevenir tais tensões e divergências entre o casal, reduzir seus efeitos psicológicos ou por um fim a tudo isso, o Islam estipulou um método perfeito que elimina esses males. Relatamos anteriormente a ênfase no aprofundamento da cordialidade e da bênção da família; e o Islam também determinou os direitos e as obrigações do casal. O mais importante desse programa é a livre escolha do cônjuge, o que logo discutiremos. O método islâmico se fundamenta nos meios de exortação e encoraja o zelo para se evitar a divergência ou ao menos, a solução do problema em seu início ou logo que tenha ocorrido, um método que restringe e censura a prática da controvérsia ou de coisas que conduzam a ela.
O Santo Profeta (S.A.A.S.) disse: “Os melhores de minha nação são aqueles que não agridem nem são injustos com seus familiares, antes, são solidários com eles”. [2]

O Imam Mohammad Al Baqer(A.S.) encorajava a tolerância diante da ofensa porque o responder uma ofensa com outra amplia o círculo do desentendimento. Ele (A.S.) também disse: “Deus poupará do Inferno e tornará compulsória a entrada no paraíso daquele que for tolerante com uma ofensa de sua esposa”.[3]
O Profeta (S.A.A.S.) também incentivou os maridos a serem tolerantes com o mau comportamento de sua esposa, e disse: “Deus recompensará todo aquele que for paciente com o mau comportamento de sua esposa com a mesma recompensa do Profeta Ayub9 (A.S.) em seu sofrimento”.[4]

 

[1] (Adwa’i alan Nafsil Bashariyyah - Dr. Zareen Abbas)

[2] (Makarimul Akh’laq)

[3] (Makarimul Akh’laq)

[4] (Makarimul Akh’laq)

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.