O status da liberdade de expressão nos direitos humanos islâmicos II

11:30 - 2022/11/21

-A liberdade de expressão é  um dos principais e mais importantes direitos humanos. Em muitas comunidades, a liberdade de expressão desempenha um papel decisivo e vital na materialização da democracia. Isso ocorre porque a materialização de muitas liberdades está ligada à manutenção da liberdade de expressão. Direitos como liberdade de imprensa, liberdade de religião, liberdade de expressão e liberdade de reunião estão todos enraizados na liberdade de expressão. Além disso, a liberdade de expressão possibilita que os membros da comunidade apresentem suas demandas.

O status da liberdade de expressão nos direitos humanos islâmicos

O status da liberdade de expressão nos direitos humanos islâmicos 

Continuação do artigo anterior:

Segundo o pensador contemporâneo, Allameh Jafari, a liberdade pessoal; especialmente a liberdade de expressão deve ser baseada em sabedoria e prudência. Ele então observa que a prudência ou a imprudência da liberdade está ligada aos termos de uso da liberdade. Qualquer liberdade de expressão, que é utilizada para o detrimento material e espiritual da humanidade, é imprudente. No entanto, se a liberdade de expressão for usada de acordo com os princípios e regras e regulamentos humanos benéficos, ela será sábia e prudente.

Em vista do Islã, todos são livres para expressar seus pontos de vista, a menos que a visão relacionada esteja em contraste com os interesses da humanidade; ou seja, seus interesses materiais e espirituais. Na visão do Islã, a liberdade de expressão mantém uma série de restrições, que devem ser cumpridas. Uma dessas restrições é a proibição de insultos contra valores sagrados. Se considerarmos que o objetivo da liberdade de expressão é a transferência de pensamentos para os destinatários para o crescimento do indivíduo e da comunidade; insultar os valores sagrados dos outros resultará no ressentimento e reação da outra parte. Portanto, com base nos ensinamentos islâmicos, os muçulmanos foram instruídos a abster-se de insultar os valores sagrados dos outros.

                                                                        O status da liberdade de expressão nos direitos humanos islâmicos

O status da liberdade de expressão nos direitos humanos islâmicos 

Manutenção da reputação e dignidade dos membros da comunidade e evitar a humilhação dos indivíduos é uma das outras restrições da liberdade de expressão.

A liberdade de expressão e sua promoção entre pessoas comuns, principalmente, não causam nenhum problema. No entanto, em comunidades oprimidas, a expressão de pensamentos contra sistemas governantes não é uma tarefa fácil. O sistema sagrado islâmico é contra tal supressão.

O primeiro Imam infalível,  Imam Ali (que a paz esteja com ele) considera a liberdade de expressão como o segredo por trás da saúde da comunidade; e instrui seu vice no Egito, Malek-e Ashtar, a realiz ar reuniões públicas, a fim de criar uma oportunidade para aqueles que têm exigências de fazer livremente seus comentários.

A liberdade de expressão é um dos mais importantes direitos e valores islâmicos, o que influencia fortemente o crescimento de talentos pessoais; o desenvolvimento material e espiritual da comunidade; e reforma das estruturas da comunidade. Assim, os ensinamentos islâmicos, os versículos do Alcorão Sagrado e a tradição da Casa Infalível do Profeta do Islã (que a paz esteja com eles) consideram a liberdade de expressão como um direito e dever religioso, enquanto instruem todos os membros da comunidade a fazer uso desse divino bênção.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
3 + 2 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.