A instrumentalização da mulher no Ocidente I

11:30 - 2022/12/11

-Uma das características femininas mais importantes é a sensação de beleza, elegância e ser elogiada. Mas, no Ocidente, com o transcurso do tempo e com a constante propaganda, esta característica tem sido abusada de maneira sutil; convertendo-a pouco a pouco em uma mercadoria, o que tem questionado sua dignidade humana. Neste artigo vamos falar sobre a instrumentalização da mulher no Ocidente.

A instrumentalização da mulher no Ocidente I

A instrumentalização da mulher no Ocidente 

Dando uma revisão no ambiente dos filmes promocionais e de cinema ocidentais, pode-se descobrir que as mulheres tem sido usadas, por um lado, como um meio para promover o consumo de bens e, por outro, tem sido induzidas a consumir bens desnecessários. Neste artigo, vamos falar mais sobre esse assunto.

O filósofo francês Roger Garaudy escreveu em seu livro "chamado aos vivos": "a economia livre à maneira ocidental não é para satisfazer a demanda do mercado, senão para criar a demanda do mercado". Em 1960, Walter Thompson, diretor da maior empresa de publicidade e anúncios comerciais do mundo, comentou que os americanos devem aumentar seu consumo em 16 bilhões de dólares por ano para produzir a um ritmo rápido.

Para a economia capitalista, mais consumo para mais produção é uma necessidade da economia de hoje, todas as vezes que se os bens manufaturados não são consumidos, não haverá a possibilidade de desenvolver a produção, melhor dito o desenvolvimento econômico.

No livro "A Ciência da economia", de Ernest Mandel, lê-se: "as rodas da produção giram tão rápido que a menor hesitação do consumidor na compra, pode agitar toda a estrutura da economia". Então, para produzir mais, o que é necessário para o desenvolvimento econômico, se deve encorajar as pessoas a consumir mais, e é por isso que a propaganda é um dos pilares do desenvolvimento da maneira Ocidental.

A instrumentalização da mulher no Ocidente I

A instrumentalização da mulher no Ocidente 

Dado que a publicidade comercial é um fenômeno derivado de ideias humanistas, nela, para alcançar o objetivo, se pode utilizar qualquer meio e, de acordo com esse ponto de vista, a entrada de qualquer elemento em anúncios comerciais pode ser um meio para maior comercialização e expansão do domínio econômico de empresas e instituições econômicas.

Esses anúncios têm como natureza intrínseca estimular o público a comprar um produto ou serviço específico. Na publicidade é utilizada uma variedade de ferramentas, tais como música, natureza, jogo com cores, exageros e mentiras. Mas o que atrai a atenção dos teóricos ocidentais mais do que qualquer outro fator é o atraente sexual. Na verdade, este assunto foi o começo do uso das mulheres na publicidade e, psicólogos como Edward Louis Bernays estavam entre as pessoas que usaram as fêmeas como o meio mais importante de publicidade.

Apesar de tal percepção e contrariamente às alegações habituais no Ocidente, a posição da mulher de hoje nos países ocidentais foi reduzida ao nível de um produto. Há poucos painéis publicitários e anúncios comerciais de televisão nos que não tenha utilizado a beleza física da mulher para promover produtos. O uso dessa beleza física não se limita à publicidade.

Mesmo no cinema e na televisão ocidentais, se tenta encorajar o público a sentar-se em frente a televisão ou arrastá-lo para os cinemas, valendo-se do atraente  feminino. Numerosos estudos confirmam que, em média, em 40% dos anúncios, a mulher se apresenta como objeto sexual.

Os resultados desses estudos também mostram que, em anúncios comerciais transmitidos em horário da máxima audiência, as mulheres foram mostradas seminuas, mais vezes que os homens: 9,2% dos homens frente 20,8% das mulheres. Em uma análise sobre a posição das mulheres na publicidade, um investigador chamado Linder revisou as edições do semanário americano TIME em anos diferentes e disse que quando uma mulher está em um estado sedutor ao lado de um carro, em lugar de apresentar o papel do consumidor ou fabricante do produto, é visto como um anexo ao mesmo.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
3 + 11 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.