Como o Alcorão se presta à interpretação?

15:24 - 2023/04/04

- A resposta a esta questão está na validade eterna do Alcorão: o Livro fala, instrui e orienta o homem hoje como fez no passado.

Como o Alcorão se presta à interpretação?

  Como o Alcorão se presta à interpretação?

Como sabemos sobre interpretação do Alcorão, o texto inteiro do Alcorão é um desafio à humanidade, e particularmente, aos inimigos do Islam; sendo ele mesmo prova de seu próprio argumento; anuncia-se como uma luz, um esclarecimento e uma explicação para todas as coisas.

Um documento que declara e demonstra que é auto-evidente, não precisará que outros o esclareçam. Como prova de que não é palavra humana, o Alcorão diz que é um discurso harmonioso, sem a menor contradição e que qualquer (aparente) contradição pode ser eliminada por meio da reflexão sobre o próprio Alcorão. Se não fosse a palavra de Deus, o Alcorão não seria tão claro como é.

Ademais, se o texto necessitasse de algo ou alguém mais para explicar seu sentido ou propósito, não seria prova tampouco autoridade absoluta, o que evidentemente, o é. Essa clareza é total, mesmo se uma passagem aparentemente contraditória se torne objeto de discussão, será entendida pela consulta ao texto do Alcorão.

Por exemplo, na época do Profeta, tais questões podiam ser consultadas com ele, já que seu conhecimento do Alcorão era perfeito e ele não precisava consultar outros versículos para ter esclarecimento. Aqueles que insistiam na discordância, ou que não acreditavam na infalibilidade do Profeta, não ficavam satisfeitos.

Portanto, os comentários que resolvem problemas de interpretação por meio da citação dos comentários do Profeta, sem apresentar provas encontradas em outros versículos alcorânicos, são úteis apenas para aqueles que creem na Profecia e na infalibilidade do Profeta.

As pessoas (que não creem) não são omitidas no Alcorão; nós as conhecemos com o seguinte versículo, “se fosse de outra fonte que não Deus encontrariam nele muitas discrepâncias”.

Eis um claro argumento contra os que procuram contradições no Alcorão e que criticam o Profeta. O próprio Alcorão declara que o comentário ou a explicação do Profeta é válido enquanto o próprio Profeta confirmou a validade do comentário alcorânico dos Imames.

Podemos resumir isso dizendo que no Alcorão alguns versículos podem ser explicados pela comparação com outros, e alguns pelo emprego das instruções e ensinamentos do Profeta e dos Imames. O segundo (método) não é diferente da explicação que seja produzida pela comparação e a análise de outros versículos.

Também vejam: Comentadores Xiitas do Alcorão Como o Alcorão se presta à interpretação?

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
2 + 4 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.