O Perigo da Ingratidão"

17:51 - 2024/06/14

-

Lições da vida 2

1. O Perigo da Ingratidão"
 O Imam Baqir(que a paz esteja com ele): As bênçãos de Deus continuarão a fluir para as pessoas, a menos que elas se mostrem ingratas.
O dito do Imam Baqir enfatiza a importância da gratidão. Ele está dizendo que as bênçãos de Deus, como as coisas boas que recebemos na vida, continuam a chegar até nós, desde que reconheçamos e sejamos gratos por elas.

Por exemplo, pense em todas as coisas boas que acontecem em nossas vidas - saúde, família, amigos, oportunidades, entre outras. Essas são todas bênçãos de Deus. Se as reconhecemos e somos gratos por elas, essa corrente de bênçãos continua fluindo em nossas vidas. No entanto, se começamos a nos esquecer de agradecer e valorizar o que temos, isso pode interromper o fluxo dessas bênçãos.

2.Se fores oprimido
O Imam Baqir(que a paz esteja com ele): Recomendo-te cinco coisas:
se fores oprimido, não oprimas;
se fores traído, não traías;
se fores desmentido, não te irrites;
 se fores elogiado, não te regozijes; e
 se fores repreendido, não percas a paciência.[1]
3. Um sábio que beneficia com a sua sabedoria é melhor do que setenta mil devotos adoradores de Deus.[2]
A sabedoria e o conhecimento são extremamente valiosos, especialmente quando usados para beneficiar os outros. Um sábio pode orientar, ensinar e iluminar muitas pessoas, ajudando-as a compreender melhor a vida, a religião e a moralidade.Enquanto um devoto adorador se concentra principalmente em sua própria relação com Deus e sua própria espiritualidade, um sábio pode influenciar positivamente a comunidade como um todo. Seu impacto é mais amplo e profundo.

A comparação com "setenta mil devotos adoradores" destaca a magnitude do benefício que um sábio pode trazer. Isso não desmerece a devoção, mas sim realça o poder transformador do conhecimento compartilhado e aplicado.

4. Todos os olhos chorarão no Dia do Juízo, exceto aqueles de três [tipos de pessoas]: os olhos daquele que acorda à noite pela causa de Deus; os olhos daquele que chora por temor a Deus; e os olhos daquele que os fecha para evitar olhar o que Deus proibiu.[3]
Este hadith ensina que, no Dia do Juízo, a misericórdia e a recompensa de Deus serão especialmente destinadas a três tipos de pessoas cujas ações refletem um compromisso profundo com a fé e a moralidade islâmica. Essas pessoas demonstram sua fé através de atos de adoração noturna, lágrimas de temor a Deus e autocontrole em evitar o pecado. Esses comportamentos não só cumprem as expectativas religiosas, mas também ilustram uma vida vivida em consciência constante da presença e das leis de Deus.

5. Para Deus, não há nada melhor do que ser pedido e buscado o que está diante Dele.[4]
Pedir a Deus, fazer súplicas e buscar Suas bênçãos e misericórdia é uma das ações mais apreciadas por Ele. A súplica é um meio de comunicação direta entre o servo e o Criador, demonstrando humildade, dependência e confiança em Deus.

6. Não há virtude como a jihad e não há jihad como a que é feita contra o ego.[5]
7. O Imam Baqir, que a paz esteja com ele, disse: "O Altíssimo ordenou a Moisés, filho de Imran, que disse: 'Cumpra o direito da gratidão para comigo.' Moisés disse: 'Ó Senhor, como posso verdadeiramente agradecer a você, quando a bênção vem de você, e até mesmo a gratidão pela bênção é uma bênção sua?' Deus disse: 'Se souberes isto, então isso é, de fato, a verdadeira gratidão para comigo.'

8."O Julgamento Meticuloso de Deus: Intelecto e Responsabilidade no Dia da Ressurreição"
O Imam Baqir, que a paz esteja com ele, disse: “Certamente, Deus julgará meticulosamente [Seus] servos no Dia da Ressurreição, de acordo com o nível de intelecto que lhes deu neste mundo.”[6]
No Dia do Juízo, Deus avaliará cada pessoa com base na capacidade intelectual e na compreensão que lhes foi concedida durante a vida. Isso implica que a responsabilidade e a avaliação de cada indivíduo serão proporcionais ao seu nível de entendimento e capacidade mental. Em outras palavras, aqueles que receberam mais intelecto e discernimento serão julgados com mais rigor, pois tinham maior capacidade de entender e seguir os ensinamentos divinos.

 

 

 

[1] . Tuhaf al-'uqūl, p. 284

[2] . Tuhaf al-'uqūl, p. 294

[3] . Usūl Al-Kāfī, vol. 3, p. 127

[4] . Usūl Al-Kāfī, vol. 4, p. 210

[5] . Tuhaf al-'uqūl, p. 287

[6] . Ma'ānī l-Ajbār, p. 2

palavra-chaves: 

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
7 + 9 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.