O objetivo principal das lutas islâmicas

18:30 - 2022/11/20

A palavra "No caminho de Deus", esclarece o objetivo principal das lutas islâmicas, que a guerra na lógica do Islã nunca é por vingança, ambição ou conquista de países ou para ganhar despojos. O mesmo objetivo afeta todas as dimensões da guerra, a quantidade e a qualidade da guerra, o tipo de armas, a forma como os cativos são tratados, vai ser com a intenção pura no caminho de Deus. Então o Alcorão aconselha a observar a justiça, mesmo no campo de batalha e contra os inimigos, dizendo: "Não exceda o limite Porque Deus não gosta de transgressores".

Deus

Em vários versos do Alcorão Sagrado, foram dadas advertências sobre agressores e grupos que têm comportamentos extremos e anormais, e um desses versos é o seguinte: “De fato, Allah não ama os agressores.

Cada sociedade, de acordo com sua cultura, ritual e história, contém diferentes grupos que apresentam diferentes comportamentos. Um desses comportamentos é durante conflitos e brigas entre diferentes grupos.

Julgar o comportamento violento desses grupos, aquele que inicia o conflito e aquele que se defende, etc., tem complicações do ponto de vista moral e religioso. Mas o Alcorão falou claramente sobre isso: Combatei, pela causa de Deus, aqueles que vos combatem; porém, não pratiqueis agressão, porque Deus não estima os agressores. Alcorão 2:190

Este versículo foi o primeiro versículo que foi revelado sobre a guerra com os inimigos do Islã, e após a revelação deste versículo, o Profeta lutou com aqueles que vieram lutar contra do profeta e se absteve daqueles que não lutaram contra do profeta, e isso continua até que a ordem " matai os idólatras " Alcorão 9:5 significando permissão para lutar com todos os politeístas foi revelada.

Os autores de tafsir nomuneh levantaram alguns pontos sobre este versículo. Neste versículo, o Alcorão emitiu uma ordem para lutar contra aqueles que desembainham espadas contra os muçulmanos, dizendo: " lutem no caminho de Deus com aqueles que Combatem contra vocês."

                                                                     

O que é a jihad resposta?

A palavra "No caminho de Deus", esclarece o objetivo principal das lutas islâmicas, que a guerra na lógica do Islã nunca é por vingança, ambição ou conquista de países ou para ganhar despojos. O mesmo objetivo afeta todas as dimensões da guerra, a quantidade e a qualidade da guerra, o tipo de armas, a forma como os cativos são tratados, vai ser com a intenção pura no caminho de Deus. Então o Alcorão aconselha a observar a justiça, mesmo no campo de batalha e contra os inimigos, dizendo: "Não exceda o limite Porque Deus não gosta de transgressores".

Quando a luta é por Deus e no caminho de Deus, não deve haver excessos e agressões nela, e é exatamente por isso que nas lutas islâmicas - ao contrário das guerras de nossa época - é recomendável observar muitos princípios morais. Por exemplo, as pessoas que depõem armas e aqueles que perderam a capacidade de lutar, ou que não têm o poder de lutar, como os feridos, velhos, mulheres e crianças, não devem ser violados. Jardins, plantas e plantações não devem ser destruídos, e substâncias tóxicas não devem ser usadas para envenenar a água potável do inimigo (guerra química e microbiana).

Em Tafsir Noor, Mohsen Qaraeti expressou algumas mensagens interessantes deste verso:

  • Defesa e confronto são direitos humanos. Se alguém lutar contra nós, nós lutaremos com ele também.
  • O propósito da guerra no Islã não é tomar terra e água ou colonialismo e vingança, mas o propósito é defender o direito removendo correntes corruptas e liberando pensamentos e salvando pessoas de superstições.
  • A justiça e a verdade devem ser observadas mesmo na guerra. "Qatiluwa... La Ta'atduwa" O Alcorão ordenou que na execução de qualquer comando, os limites e fronteiras não deveriam ser excedidos.
  • Opressão e oposição à religião de Deus rompe o fio do amor de Deus.
  • Só estar na frente não é motivo para se aproximar de Deus, mas ser amado por Deus é o momento de ser justo na luta e respeitar os direitos.

6- Na guerra, o objetivo deve ser somente Deus, não desejos, preconceitos, troféus, hipocrisia, etc.

7- Mesmo na defesa do direito natural, deve-se considerar Deus. Mesmo que eles começaram a guerra contra vocês e vocês tem que se defender, mas a defesa também tem que ser no caminho de Deus".

https://pt.iqna.ir/

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
2 + 3 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.