A visitaçao aos túmulos sagrados

11:55 - 2017/01/30

A visita aos túmulos do Santo Profeta (S.A.A.S.) e dos Ahlul Bait (A.S.) é uma das práticas tradicionais firmemente estabelecidas no coração dos fiéis. Muito embora não seja um ato devocional de caráter obrigatório, há uma vasta e confiável quantidade de tradições bem fundamentadas que a destacam como um ato meritório e amado por Allah e por seu Profeta (S.A.A.S.). 

A visitaçao

De fato, dentre os seus objetivos, destaca-se a busca da proximidade de Allah por meio de manter viva a memória, o amor e a gratidão por aqueles a quem Allah ordenou o amor incondicional. Há um forte caráter de busca de unidade e fortalecimento dos laços de comunidade e irmandade nessa prática, os quais despertam nos fiéis a lembrança dos benefícios de Allah, que chegaram ao mundo por meio de seu Mensageiro (S.A.A.S.) e de seus Imames (A.S.). De igual importância é o caráter de consciência política, que lembra aos fiéis o compromisso de luta pela justiça e pela verdade que nos liga a Mensagem de Nosso Profeta (S.A.A.S.) e a Divina liderança de nossos Imames (A.S.). 

Com a visitação, todo fiel demonstra o laço eterno de gratidão àqueles que nos deixaram os seus magníficos exemplos de Amor a Allah, seus sacrifícios em defesa da verdade e da honra do Islam e sua inesgotável fonte de ensinamentos. 

No decorrer de suas vidas, todos os Imames purificados (A.S.) reafirmaram o mérito da visitação aos túmulos dos Ahlul Bait (A.S.) não deixando qualquer dúvida sobre isso. Imam Ar rida (A.S.) disse sobre essa questão:
“Em verdade, há para todos os imames um pacto, que pende no pescoço de seus mais próximos e seguidores; certamente a visita correta a seus mausoléus é uma maneira de cumprir fielmente o pacto. Assim, se uma pessoa os visita, tendo a intenção de realizá-la; crendo em tal ação, para esta pessoa, serão os imames intercessores no Dia da Ressurreição”. 

A essência desse princípio de “realizar a visita de um modo correto” é ter plena consciência de que os atos devocionais pertencem somente a Allah e que se realizam apenas para seu aprazimento, tal como uma oração tradicional para essas ocasiões demonstra: “Ó Allah, orei para ti, me inclinei diante de ti, me prostrei diante de ti; só tú não tens nada que se possa comparar, por isso não foi a oração, nem a inclinação, nem a prostração, senão para ti. Porque tu és Allah, não há nenhum Deus senão tu. Ó Allah, abençoa Mohammad e a família de Mohammad, aceita de mim esta visita e concede-me o que te peço, (em virtude do teu amor) a Mohammad e a sua Família purificada”. 
 

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.