As-Sahifatu-As Sajjadíya Súplica Número XL

13:32 - 2023/05/24

-AS-Sahifatu- As Sjjadíya” é uma joia literária que expressa todos aqueles momentos em que o servo precisa encontrar Deus e transmitir suas necessidades, fraquezas, desejos, sentimentos, e transmitir o que está dentro de seu ser, para que, através da súplica, possa de alguma forma se levantar e se encontrar com Deus.

As-Sahifatu-As Sajjadíya Súplica Número XL

As-Sahifatu-As Sajjadíya Súplica Número XL

As-Sahifatu- As Sajjadíya (Súplicas) Do Imam 'Alí Ibn Al Hussain As-Sajjad (A.S.)

Ali Ibn Hussain Ibn Ali Ibn Abi Talib conhecido como Imam Sajjad e Zain al-Abidin é o quarto Imam infalível (que a paz esteja com ele).

Súplica Número XL

Sua súplica pedindo o perdão e a misericórdia de Deus

01 - Ó Deus, abençoa a Mohammad e a sua família, e refreie meu desejo de todas as coisas ilícitas. Afaste minha cobiça de todos os pecados. Restringe-me de prejudicar a todos os crentes e as crentes, e a todos os muçulmanos e as muçulmanas.

02 - Ó Deus, a qualquer servo que haja cometido algo ilícito contra mim, ou tenha violado o que proibiste. e então morra e passar o tempo com minha reclamação contra ele. Ou eu tenha uma reclamação contra ele enquanto estava vivo, perdoa-o pelo tratamento injusto a mim, dispensa-o pelo prejuízo que me tem causado. Não lhe informes o que tem feito contra mim, nem também o envergonhes por ter-me prejudicado.

03 - E faz que esta tolerância que lhes concedi e o modo generoso com o qual os tratei seja a mais pura das caridades dos caritativos e a mais sublime das dádivas dos próximos. E compensa-me por meu perdão a eles com Teu perdão, e por minha invocação por eles com Tua misericórdia. Para que cada um de nós (tanto eles como eu) sejamos afortunados por Teu favor e cada um de nós resulte salvo pela Tua graça.

04 - Ó Deus, a cada um de Teus servos que tenha recebido de minha parte um golpe ou sofrido um prejuízo, ou tenha padecido uma injustiça por minha causa, de tal modo que eu tenha abandonado seu direito ou me tenha adiantado em seu agravo, então, abençoa a Mohammad e a sua família, e o satisfaz por mim com Tua riqueza, pagando-lhe de Tua parte o que lhe corresponde. Depois, proteja-me do que resulta o Teu decreto, e livra-me do que sentencie Tua justiça, porque, certamente, minha força não pode suportar Tua vingança, nem toda a minha energia pode enfrentar a Tua ira. Por conseguinte, se Tu me retribuísses com o castigo como deveria ser, me destruirias, e se Tu não me cobrisses com Tua misericórdia, me farias cair na aniquilação.

05 - Ó Deus, peço-Te uma coisa cuja concessão não reduziria de Ti nada em absoluto. E Te rogo que descarregues o peso de meus ombros, o qual não Te resulta nada trabalhoso. Imploro-te, ó meu Deus, por minha alma, a qual não criaste para que evites por ela algum dano nem para obter com ela algum benefício, Ma a criaste para confirmar o Teu poder de criar algo como ela e para argumentar através dela a respeito de seu semelhante. Suplico-Te que me descarregues dos pecados cuja carga é muito pesada para mim. Peço-Te que me ajudes com respeito àquilo cujo peso me tem esgotado e me tem feito tropeçar.

06 - Abençoa, pois, a Mohammad e a sua família, e perdoa minha alma a injusta cometida contra si mesma. Emprega Tua misericórdia para que possa carregar o peso de minhas faltas. Pois, quantas vezes Tua misericórdia envolveu os culpados e Teu perdão atingiu os injustos.

07 - Então, abençoa a Mohammad e a sua família, estabelece-me como exemplo a quem resgataste com Tua indulgência da queda dos pecadores. E o salvaste com Teu êxito das condenações dos delinquentes. Desta feita, a ajuda de Teu perdão ficou livre do cativeiro de Tua cólera e através de Tua benevolência ficou salvo do peso de Tua justiça. Ó meu Deus, se Tu fazes isto, o fazes como favor a quem não nega ser merecedor de Teu castigo nem isenta sua alma de merecer Tua repreensão.

08 - Então, ó Deus, atua assim também com aquele cujo temor de Ti é maior que sua expectativa de Ti, cuja desesperança de salvação é mais firme do que sua esperança por libertação. Não é porque o seu desespero significa um total desespero, nem seu anseio procede de uma farsa, mas devido à escassez de suas boas obras entre as más ações, e a debilidade de suas desculpas por todos seus pecados.

09 - Quanto a Ti, ó meu Deus, és digno que os verdadeiros e sinceros não se enganem por Ti (Tua misericórdia e amabilidade), nem os pecadores fiquem desesperados de Ti. Porque, certamente, Tu és o Grande Senhor, Aquele Que não nega a ninguém a Sua graça e não exige de ninguém o Seu direito.

10 - Exaltada seja a Tua recordação sobre os recordadores. Seus Nomes são os mais sagrados do que aqueles atributos dos proclamados. Tua graça é bem distribuída entre todas as criaturas. Certamente pertence a Ti o louvor, ó Senhor do Universo!

Veja também Súplica Número XXXIX

As-Sahifatu-As Sajjadíya Súplica Número XL

As-Sahifatu-As Sajjadíya Súplica Número XL

Clique aqui para baixar o livro completo: https://btid.org/pt/book/239460

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
4 + 2 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.