Lições de vida III

16:30 - 2024/06/19

Durante nossa vida aqui na Terra, é comum que as pessoas busquem acumular riquezas e prosperar materialmente. No entanto, o que realmente importará no além, após a morte, não serão as posses materiais que acumulamos, mas sim as nossas ações e como vivemos nossas vidas. Seremos julgados não pelo dinheiro que possuímos, mas pela maneira como tratamos os outros, como ajudamos aqueles que precisam, como nos comportamos moral e eticamente.

Lições de vida

Lições de vida nos dotos do imam Hadi que a paz esteja com ele

O Imam Hadi, que paz esteja com ele, conhecido como Imam Ali al-Hadi ou Imam Ali al-Naqi, foi o décimo dos Doze Imames no Islamismo Xiita. Ele nasceu em 829 d.C. em Medina e martirizado em 868 d.C. em Samarra, Iraque. Sua vida e ensinamentos continua a ser uma fonte de inspiração espiritual para os muçulmanos xiitas no mundo.

"Gratidão: O Segredo para Aumentar as Bênçãos"
O Imam Hadi, que a paz esteja com ele, disse: "Mantenham as bênçãos através de um bom relacionamento com elas e busquem aumentá-las através da gratidão."[1] (O uso adequado das bênçãos é a causa de sua permanência e a gratidão pelas bênçãos é a causa de seu aumento)."

A gratidão é vista como um meio de aumentar as bênçãos que recebemos. Ao sermos gratos pelo que temos, estamos abrindo espaço para receber mais bênçãos em nossas vidas. A gratidão não apenas fortalece nossa conexão espiritual com Deus, mas também promove um ciclo positivo de abundância e contentamento.

A verdadeira riqueza
O Imam Hadi, que a paz esteja com ele, disse: "A verdadeira riqueza está na ausência de necessidade, na moderação dos desejos e na satisfação com o que é suficiente para você.[2]"

Enfatiza a importância de estar contente e grato pelo que se tem, valorizando as bênçãos presentes sem sentir a necessidade constante de acumular mais.

Esta citação encoraja a uma vida equilibrada e centrada nos princípios espirituais, onde a verdadeira riqueza não é medida pela quantidade de posses materiais. O Imam Hadi ensina que a felicidade genuína está na contentação com o que é suficiente, livrando-se da ganância e do excesso de desejo.
Palavras do Imam Hadi sobre as péssimas Qualidades morais
"Riquezas Temporárias vs. Ações Eternas"
O Imam Hadi, que a paz esteja com ele, disse: As pessoas neste mundo possuem bens e dinheiro, mas no outro mundo serão avaliadas pelas suas ações."[3]
Durante nossa vida aqui na Terra, é comum que as pessoas busquem acumular riquezas e prosperar materialmente. No entanto, o que realmente importará no além, após a morte, não serão as posses materiais que acumulamos, mas sim as nossas ações e como vivemos nossas vidas. Seremos julgados não pelo dinheiro que possuímos, mas pela maneira como tratamos os outros, como ajudamos aqueles que precisam, como nos comportamos moral e eticamente.

Enquanto o mundo material pode oferecer conforto e segurança temporários, são nossas ações e comportamentos que determinarão nossa verdadeira "riqueza" no sentido espiritual e moral. Portanto, é essencial que usemos nosso tempo aqui para cultivar essas qualidades e contribuir positivamente para o bem-estar de todos ao nosso redor.

- "A Inveja Destrói, a Mentira Afasta"
O Imam Hadi, que a paz esteja com ele, disse: "A inveja aniquila as boas obras e a mentira traz inimizade."[4]

Essa sentença ressalta como a inveja e a mentira têm consequências negativas. A inveja pode destruir o mérito das boas ações de alguém, enquanto a mentira pode gerar conflitos e hostilidade entre as pessoas.
 

A importância do intelecto
Do Imam Hadi (que a paz esteja com ele): Em resposta à pergunta feita pelo famoso literato Ibn Sikkit Al Ahwasi: "Qual é a evidência da criação?", ele (que a paz esteja com ele) disse: "É o intelecto. Através do intelecto, o homem reconhece os verazes (aqueles que agem exclusivamente para Deus, em Seu Caminho), e os confirma (seguindo-os), e reconhece os mentirosos (aqueles que agem contra Deus) e os desmente (afastando-se deles)[5]."

Esta resposta destaca a importância do intelecto na capacidade humana de discernir entre aqueles que seguem a verdade e aqueles que seguem a falsidade, orientando assim as ações e escolhas em conformidade com o caminho correto.

Imam Al-Hadi (que a paz esteja com ele) disse a alguns de seus amigos: "Repreende Fulano e diz a ele: 'Quando Deus deseja o bem para um servo, é assim que ele é repreendido e o aceita.[6]'"

Essa afirmação enfatiza a ideia de que, às vezes, ser corrigido ou repreendido pode ser um sinal de que Deus está intervindo para guiar um indivíduo para um caminho melhor.

A importância da fé
Do Imam Al-Hadi (que a paz esteja com ele), de seus ancestrais (A.S), de Ali (que a paz esteja com ele), que relatou: "O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) me incumbiu: 'Ó Ali! Escreva!' Perguntei: 'O que devo escrever?' Ele me disse: 'Escreva em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso. A fé é o que se estabelece nos corações e se confirma pelas ações, enquanto o Islam é o que emerge da língua, legalizando através dele o matrimônio.'"

Esta narrativa destaca a importância da fé genuína, que não se limita apenas às palavras, mas se manifesta através das ações, enquanto o Islam, além da fé interior, inclui também as práticas e as expressões externas, como o casamento que é validado através da declaração verbal.
 

Reflexões sobre Sentimentos e Percepções"
O Imam Al-Hadi (que a paz esteja com ele)"Não exija pureza (franqueza) de quem você tenha manchado, nem sinceridade de quem você tenha desconfiado, porque verdadeiramente o coração (os sentimentos) de outra pessoa em relação a você são semelhantes aos seus sentimentos em relação a ela."

Essa afirmação destaca a reciprocidade nos sentimentos e nas percepções entre as pessoas. Ela aconselha a não exigir virtudes ou qualidades que você mesmo não demonstrou ou respeitou, pois as emoções e as atitudes dos outros em relação a você refletem em parte as suas próprias atitudes e comportamentos em relação a eles.

"A Importância da Reflexão sobre a Morte no Islam"
O Imam Ali ibn Muhammad Al-Hadi (que a paz esteja com ele) disse: "Lembre-se do momento em que você estiver em seu leito de morte diante de sua família, quando não haverá médico que possa evitar sua morte, nem amigo que possa lhe proporcionar benefício[7]."

Nesta frase, o Imam Ali ibn Muhammad Al-Hadi nos lembra de pensar no momento em que estaremos morrendo, cercados por nossa família. Ele nos diz que, nesse momento, nenhum médico poderá evitar a morte e nenhum amigo poderá nos ajudar. Isso nos faz refletir sobre como a vida é passageira e como devemos considerar essa realidade enquanto vivemos e nos relacionamos com os outros.

Essa mensagem nos lembra da importância de viver uma vida consciente e significativa, valorizando nossas relações e buscando um propósito mais profundo além das preocupações cotidianas. É um lembrete para estar preparado espiritualmente para o inevitável e para apreciar o tempo que temos com nossos entes queridos..

 

[1] . Bihar Al-Anwar, V. 78, p. 370.

[2] . Aieyan Alshiyeati, V 2, P 39.

[3] . Bihār al-Anwār, Vol. 78, p. 368

[4] . Bihār al-Anwār, Vol. 69, p. 200

[5] . Al-Haiat (Life) T.1 - Al Kafi, v I, p 25

[6] . Al-Haiat (Life) T.1 - Mustadrak, v II, p 63

[7] . Bihâr Al-Anwâr, t.78, p.370.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
10 + 4 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.