Apenas para agradar a Deus

10:36 - 2016/10/04

Os crentes têm amor maior e mais forte por Deus, e esse amor vem através das nossas ações que fazemos única e exclusivamente para agradar a Deus. Largar o haram para agradar a Deus, pois, Ele é o maior amor no seu coração, obedecer a Deus quando Ele nos convoca.

Apenas para agradar a Deus

Apenas para agradar a Deus:

A justiça de Deus sempre foi um dos pilares da crença xiita no Islam. Deus é justo e nenhuma injustiça pode ser atribuída a Ele. Desde o tempo de Zainab e do Imam Zainul Abideen (A.S.), todo o propósito do relato da tragédia de karbala foi lembrar a injustiça feita não só ao Imam Hussain (A.S.), mas o sofrimento suportado por todos os personagens santos da família do profeta(Ahlul Bait).

O Majlis tornou-se um veículo para expressar esse conceito vital e importante do livre arbítrio. Como havíamos mencionado anteriormente, o Majlis público originado pelos esforços dos xiitas fizeram valer os seus direitos políticos e desenharam uma conexão entre a tirania e a opressão sofrida pelo Imam Hussain (A.S.) aos seus próprios sofrimentos. Tendo uma situação semelhante agindo de forma semelhante. Assim, fora do movimento Majlis surgiu uma representação teatral dos eventos em Karbala, chamado taziyeh.

Esta tem sido uma das maiores armas dos xiitas ao longo dos anos de resistência contra os opressores, e os inspira a renovar os nossos laços de fé e de fidelidade ao Islam. A opinião de muitos dos nossos grandes estudiosos islâmicos têm igualmente apoiado as performances taziyeh. Fazel Qommi, um grande teólogo do século XIX afirmou: “… há um momento em que está entre as maiores obras religiosas. E isto é apenas para agradar a Deus, uma grande luta (jihad), e se uma pessoa for humilhada em sua causa, ele não o excluirá de sua bênção”.

Os princípios do taziyeh são imitação (tamaththul) e semelhança (tashabboh). Isto é baseado em um hadiz conhecido pelo profeta Muhammad (S.A.A.S.) que afirma: “Quem se assemelhar a um grupo está na categoria deste grupo”. Imitando o Imam Hussain no desempenho e gritando por ele através da simpatia e da compreensão da sua situação, se assume o caráter da personalidade pura e radiante. Tanto assim, que se lembrar dele e de seus companheiros é como ter permanecido nas suas fileiras e ter se sacrificado pelo Islã como fizeram.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
4 + 4 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.