Quando começou o estudo sobre o Imamato?

10:39 - 2021/06/26

Como o primeiro califa, que se elegeu como o califa e sucessor do Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) se deu o direito de escolher o seu sucessor? Será que o Mesageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) seria menos responsável e preocupado com o Islam do que o primeiro califa de acordo com a crença dos sunitas?

Na verdade, os sunitas, com base na teoria que estabeleceram sobre a legitimidade da liderança sem a escolha e intermediação divina, colocaram a pedra fundamental da ideologia de separação entre religião e politica. Este assunto foi a grande reviravolta e o perigoso desvio do caminho islâmico correto e original, tanto na adoração a Deus quanto a todos os aspectos e sentidos da vida. E foi esta a base para milhares de desvios e extravios que ocorreram entre os muçulmanos após o falecimento do Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada).

Quando começou o estudo sobre o Imamato?

Quando o profeta do Islam faleceu os muçulmanos se dividiram em duas vertentes: Um grupo disse que o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) não havia nomeado um sucessor ou califa e que encarregou a nação de escolher um líder para si mesma. Este grupo é chamado de Ahl Al-Sunnah – Os seguidores das Tradições”.

O segundo grupo disse que o sucessor do Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) deve ser um infalível, isento de todo pecado e erro como o próprio Profeta Mohammad (que a paz esteja com ele e sua família purificada), e que esta forma de sucessão deve se dar através da nomeação por Deus através do Seu Mensageiro. E que o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) já havia feito isso e tinha escolhido Ali (que a paz esteja com ele) como seu califa e sucessor. Este segundo grupo é chamado de “Imamiyah – Os seguidores dos Imames” ou “Xiitas – Seguidores”.

E aqui perguntamos: Como o primeiro califa, que se elegeu como o califa e sucessor do Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) se deu o direito de escolher o seu sucessor? Será que o Mesageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) seria menos responsável e preocupado com o Islam do que o primeiro califa de acordo com a crença dos sunitas?

Em seus livros, os sunitas registram os califas como pessoas falíveis e deficientes sobre a resposta de várias perguntas religiosas. E relatam sobre o primeiro califa que tenha dito:“Tenho um Satã que se infiltra em mim”. E eles narram sobre o segundo califa que tenha dito: “A escolha do primeiro califa foi inesperada”, ou seja, foi um ato rápido que precisava de uma melhor meditação, mas não houve. O próprio segundo califa dizia em diversas ocasiões: “Se não fosse Ali, Omar estaria arruínado”.

Já as falhas e erros do terceiro califa e dos califas omíadas e abássidas são demasiadamente claras e conhecidas por todos aqueles que conhecem um pouco sobre a história dos muçulmanos.E este é o principal ponto de divergência entre os xiitas e sunitas.
Alguns dos grandes sábios sunitas chegaram até mesmo a declarar que se alguém conseguir alcançar o poder com a força da arma então é dever de todas as pessoas que o obedeçam.
É lógico que opiniões como estas dão abertura para a tirania e a opressão, dão abertura para homens terríveis alcançarem suas ambições e desejos criminosos, e ao mesmo tempo preparam os elementos da desunião, decadência e atraso entre os muçulmanos.

Na verdade, os sunitas, com base na teoria que estabeleceram sobre a legitimidade da liderança sem a escolha e intermediação divina, colocaram a pedra fundamental da ideologia de separação entre religião e politica. Este assunto foi a grande reviravolta e o perigoso desvio do caminho islâmico correto e original, tanto na adoração a Deus quanto a todos os aspectos e sentidos da vida. E foi esta a base para milhares de desvios e extravios que ocorreram entre os muçulmanos após o falecimento do Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada).

Partindo daqui, é de extrema importância que todo muçulmano pesquise sobre este assunto com muita dedicação e longe de toda e qualquer herança cultural ou preconceito, com o objetivo de encontrar a verdade e a vertente correta, para seguí-la e defendê-la. Ao mesmo tempo, vale ressaltar a importância de focarmos no grande interesse e benefício do mundo islâmico em que os seguidores das diferentes escolas se distanciem de todo tipo de discussão ou conflito que possam preparar o ambiente para uma interferência dos inimigos do Islam, os quais só desejam defender seus próprios interesses infernais e satânicos.

. Al-IMAMHA- LIDERANÇAAssayed Charif  Sayed Al-ameli

palavra-chaves: 

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.