o wahhabismo, A vida do fundador do wahhabismo

12:06 - 2021/09/05

Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb costumava viajar muito pelo mundo islâmico. Ele se estabeleceu em Meca e depois em Medina por um período de tempo, indo mais tarde para a cidade de Basra, no Iraque. Ele então viajou para o Irã, morando na cidade de Iṣfahān e estudando com um estudioso chamado Mīrzājān Iṣfahānī.

Se mudou para a cidade de ʿUyaynah. Quando as notícias de suas crenças desviantes chegaram ao governador de Aḥsā e Qaṭīf (Sulaymān ibn Muḥammad), ele ordenou que o governante de ʿUyaynah (que se chamava ʿUthmān) executasse Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb. Já que o governante de ʿUyaynah não queria ir tão longe a ponto de executá-lo, ele o exilou de sua cidade.

A vida do fundador do wahhabismo

A vida do fundador do wahhabismo, refletida nas descobertas de pesquisa de historiadores orientais e ocidentais. Segundo referências históricas, o fundador da seita Wahhabi, Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb, nasceu no ano 1115 AH na pequena cidade de ʿUyaynah (uma das cidades da região de Ḥijāz). Ele faleceu no ano 1207 AH. Seu pai era um dos juízes da seita Ḥanbalī e então ele começou a ensinar seu filho desde muito jovem.

O escritor do livro Azālahʾ al-Shubbhāt mencionou que desde muito jovem Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb tinha um grande interesse em ler os livros de Ibn Tayymīyah e Ibn Qayyim Jawzī. Esses dois indivíduos estiveram ativos no século VIII e seus livros foram muito influentes na formação de muitas das ideias de ʿAbd al-Wahhāb. Muitos escreveram que o pai de ʿAbd al-Wahhāb percebeu, enquanto seu filho ainda era jovem, que tinha muitas ideias incorretas e estava muito preocupado com ele. Ele o advertia e censurava continuamente, na esperança de reformá-lo de suas visões divergentes.

Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb costumava viajar muito pelo mundo islâmico. Ele se estabeleceu em Meca e depois em Medina por um período de tempo, indo mais tarde para a cidade de Basra, no Iraque. Ele então viajou para o Irã, morando na cidade de Iṣfahān e estudando com um estudioso chamado Mīrzājān Iṣfahānī.

Depois de algum tempo, ele se mudou para a cidade de Qom e lá permaneceu por um curto período. Depois disso, ele se mudou para o Império Otomano, morando na Síria e no Egito por um tempo. Ele finalmente voltou para a Península Arábica (para Najd), onde começou a propagar sua ideologia específica.

Se mudou para a cidade de ʿUyaynah. Quando as notícias de suas crenças desviantes chegaram ao governador de Aḥsā e Qaṭīf (Sulaymān ibn Muḥammad), ele ordenou que o governante de ʿUyaynah (que se chamava ʿUthmān) executasse Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb. Já que o governante de ʿUyaynah não queria ir tão longe a ponto de executá-lo, ele o exilou de sua cidade.

Como resultado disso, Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb foi forçado a ir para a cidade de Darʿīyah.
O governante desta cidade era um homem da tribo de Ghanīzah com o nome de Muḥammad ibn Saʿūd. Quando Muḥammad ibn ʿAbd al-Wahhāb foi exilado em sua cidade, ele teve uma reunião onde o apresentou com seus pontos de vista ideológicos, prometendo que, com sua ajuda, ele poderia dominar toda a região da província de Najd.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.
تمامی حقوق متعلق به اداره تبلیغ اینترنتی معاونت تبلیغ حوزه های علمیه می باشد