A Posição Decisiva da Fátima Azzahrá no Apoio ao Imamato

11:15 - 2023/02/07

- Fazia parte de sua excelência de conduta a sua posição decisiva e determinada no apoio ao seu marido, o Imam Ali, Príncipe dos Fiéis (A.S.), o pioneiro da justiça social no mundo islâmico. Os emigrantes coraixitas, sob a liderança de Omar Ibn Al Khattab, resolveram tirar o califado do Imam e entregá-lo a Abu Bakr. Fátima Azzahrá (A.S.) tinha plena convicção de que o seu marido tinha mais direito de ocupar a sucessão do Profeta (S.A.A.S.), sendo que era o mais merecedor.

A Posição Decisiva da Fátima Azzahrá no Apoio ao Imamato

A Posição Decisiva da Fátima Azzahrá no Apoio ao Imamato

É certo que aquilo não era gerado pelo sentimento familiar ou por outro motivo qualquer. O seu motivo estava distante de se aliar à injustiça, pois o seu pai (S.A.A.S.) lhe transmitiu as suas qualidades pessoais, alimentando-a com a fé sincera para ser a líder das mulheres de sua comunidade, orientando-as para os símbolos da vida digna, orientando-as para o melhor. A filha do Mensageiro de Deus (S.A.A.S.) olhou com profundeza e abrangência para quem era mais merecedor de dirigir a comunidade depois do falecimento de seu pai. Não viu ninguém com mais direito do que o seu marido de ocupar aquele posto importante do qual dependia a salvação da comunidade e a sua proteção do desvio, garantindo-lhe o futuro e a sua liderança aos povos do mundo e às nações da terra. Ele abrangia todas as qualidades virtuosas que o líder maior deve possuir para seu Imamato, e entre as quais citamos:

a) O Imam foi o primeiro a crer no Islam e captou seus valores e objetivos, assim como também foi o primeiro a praticar a oração na Casa Sagrada de Deus junto ao Profeta (S.A.A.S.).

b) O Imam (A.S.) representava a força atuante que protegeu o Islam durante os dias de aflição e emigração. A sua espada era o instrumento de morte que ceifou as cabeças podres dos politeístas de Coraix, dos salteadores árabes e dos rebeldes dos povos do Livro. Foi o primeiro Mujáhid no Islam, o mais destacado herói na força militar que empunhou a missão do Islam e elevou a palavra de Deus, o Altíssimo, na terra. O Imam é dono de posições famosas, como aconteceu durante a Batalha de Badr, de Hunain e dos Partidos, além de outras batalhas. O Islam foi estabelecido através de sua espada, e baseado no seu empenho. Cada vez que os politeístas faziam alguma brecha, o Imam se apresentava para fechá-la. Por isso, o Profeta (S.A.A.S.) designou-o para o comando superior de seu exército em todas as suas lutas. Em todas as lutas que ele (A.S.) participou, a conquista acontecia sob suas mãos. Foi ele quem humilhou os judeus e os derrotou, conquistando suas fortalezas e quebrando a sua espinha dorsal.

A Posição Decisiva da Fátima Azzahrá no Apoio ao Imamato

 A Posição Decisiva da Fátima Azzahrá no Apoio ao Imamato

 

c) O Imam (A.S.) era o indivíduo que tinha mais conhecimento entre os companheiros, o que mais dominava as leis e os assuntos da religião, principalmente nas questões jurídicas. O Profeta (S.A.A.S.) disse a seu respeito: “Áli é quem conhece mais as questões jurídicas entre vocês.”

A sentença de Omar a seu respeito ficou famosa: “Se não fosse Áli, Omar estaria perecido.” Nenhum dos companheiros tinha essa dádiva. Citamos alguns aspectos de suas sentenças na sua (A.S.) enciclopédia: “Sentenças do Imam dentre as Jóias do Pensamento Islâmico”. Como o Imam era quem tinha mais conhecimento entre os muçulmanos no que se refere aos assuntos jurídicos e preceitos religiosos, tinha mais conhecimento nos assuntos políticos, administrativos e na organização governamental. O seu tratado com o líder Málik Al Achtar é um dos mais destacados exemplos nesse respeito.

Ele abrange, de forma completa, os assuntos políticos (Imamato), algo sem paralelo entre as constituições políticas, tanto no Islam quanto fora dele. Esse tratado mostrou a profundidade política do Imam nas questões políticas mundiais e sua superioridade sobre todos os planejadores políticos no mundo. Suas cartas para seus governadores e funcionários denotam uma política inteligente, orientadora, que gera a prosperidade de todas as pessoas. Como o Imam (A.S.) era a mais sábia das pessoas nas questões políticas, era também a mais sábia nos outros assuntos, como a eloquência, a filosofa, a jurisprudência, a matemática e a gramática. Assad diz: “O Imam rompeu muitas portas do conhecimento que estão acima de trinta ciências”. Além desses tesouros científicos que o Imam (A.S.) possuía, ele dava preferência aos outros sobre ele. Deus, o Altíssimo, diz em Seu Livro: “Poderão, acaso, equiparar-se os sábios com os ignorantes?”[1]

Nada é mais hilário do que a possibilidade de dar preferência ao inferior sobre o superior, como fazem algumas pessoas. Essa lógica contraria os valores islâmicos que obrigam a se dar preferência aos sábios sobre os ignorantes, já que o seu distanciamento de sua posição e dar preferência aos outros sobre eles causa a destruição total dos valores da comunidade e de seus elementos culturais e científicos.

[1] Alcorão Sagrado, Surata Az Zúmmar (C. 39) Versículo 9

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
2 + 5 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.