Interpretação do Alcorão -Fátiha I

13:12 - 2021/06/29

O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada): “Deus, exaltado seja, disse: Dividi a Abertura do Livro (Al-Fátiha) entre Mim e Meu servo: uma metade pertence a Mim, a outra pertence ao Meu servo, e concederei a ele o que pedir.

Interpretação do Alcorão

Interpretação exemplar do Alcorão Sagrado,Sura Fátiha, parte 1

Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso

Na realidade, cada um dos sete versículos desta sura Al-Fátiha  indica uma verdade relevante. Vejamos:

1- Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso: é o que um muçulmano deve pronunciar no início de qualquer ato. Ensina-nos a socorrer-nos em Deus, e invocar-Lhe ajuda.

2- Louvado seja Deus, Senhor do Universo: significa que toda graça e toda proteção têm como fonte Deus Altíssimo; e chama a atenção de que a origem de todas essas dádivas provém da essência de Deus Altíssimo.

3-O Clemente, o Misericordioso: isto quer esclarecer que a criação de Deus, Sua proteção e Seu julgamento baseiam-se no princípio da clemência e da misericórdia. Este princípio representa o sustentáculo principal da ordem e da proteção do mundo.

4- Soberano do Dia do Juízo: é preparação para o retorno2 e para o dia do Juízo Final, bem como para o julgamento de Deus o Poderoso Juíz.

5- Só a Ti adoramos e só de Ti imploramos ajuda: quer mostrar a unicidade na devoção e a unicidade no pedido de ajuda, pois em relação a Deus Altíssimo não se admite associados.

6-Guia-nos à senda reta: esclarece a necessidade de os humanos e seus fortes desejos serem guiados, confirmando a veracidade de que todos os modos de guiar partem apenas de Deus Altíssimo.

7-À senda dos que agraciastes; não à dos abominados nem à dos extraviados: o último versículo desta sura aponta a peculiaridade da senda reta, distingue entre a senda dos que foram agraciados por Deus e a senda dos extraviados, isto é, aqueles que mereceram Sua ira.

Podemos dividir esta sura, por outro lado, em duas partes: uma relativa à louvação de Deus e outra que abrange as necessidades do servo.

O dito do Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) expressa: “Deus, exaltado seja, disse: Dividi a Abertura do Livro (Al-Fátiha) entre Mim e Meu servo: uma metade pertence a Mim, a outra pertence ao Meu servo, e concederei a ele o que pedir.

Local da revelação desta sura

Alguns afirmam que esta sura foi revelada em Meca, outros afirmam que foi em Medina. Porém, o mais correto, segundo as fontes mais seguras de informação, é a primeira afirmação. Dois fatos apontam para isto.

Primeira questão: a sura Al-Fátiha é designada como “Os sete versículos reiterativos”. Foi mencionado em outro versículo corânico, na sura chamada Al-Hijr, que “Os sete versículos reiterativos” são uma sura que já tinha sido revelada anteriormente.

Disse o Altíssimo: “Em verdade, temos-te agraciado com os sete versículos reiterativos, assim como com o Magnífico Alcorão. (Al-Hijir, versículo 87). Tendo em vista que a sura Al-Hijr foi revelada em Meca, daí concluímos que, certamente, a sura Al-Fátiha foi revelada na mesma cidade.

Segunda questão: as orações foram instituídas aos muçulmanos em Meca e a conduta na oração é necessária para todos os mulçumanos. Ora, não há como praticar a oração sem a sura “Abertura do Livro”. O Profeta Muhammad (que a paz esteja com ele e sua família purificada) declarou: “Não há oração sem a sura Al-Fátiha”. Outros disseram que a sura foi revelada duas vezes; uma em Meca e outra em Medina, devido à sua importância.

Isto também é provável, mesmo sem uma referência específica.Talvez seja por isto que esta sura é chamada “Os versículos reiterativos”; é também provável que esta denominação ocorra em função da obrigatoriedade de ela ser recitada duas vezes em cada ato de oração: uma na primeira inclinação e outra na segunda inclinação.

Algumas suwar (plural de sura) e versículos do Alcorão Sagrado foram denominados mequenses (relativo à cidade de Meca) e outros medinenses (relativo à cidade de Medina), porque a Mensagem do Profeta ocorreu em duas etapas. Uma anterior à Hégira3, denominada mequense, e uma posterior à Hégira, denominada medinense. Em função disso, é necessário dividir o Alcorão Sagrado em duas épocas para se-guir os períodos da Mensagem Profética de Muhammad (que a paz esteja com ele e sua família purificada). É uma divisão elucidativa, porque leva em consideração o tempo e o local da revelação.
 

Fonte: Revista Islâmica Evidências.

Só a Ti adoramos e só de Ti imploramos ajuda: quer mostrar a unicidade na devoção e a unicidade no pedido de ajuda, pois em relação a Deus Altíssimo não se admite associados.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
4 + 14 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.