Os diferentes grupos de comentadores do Alcorão II

16:29 - 2023/04/05

- Após o falecimento do Profeta um grupo de companheiros, que incluía Ubayy Ibn Ka’b, ‘Abd Allah Ibn Mas’ud, Jabir Ibn Abd Allah Al Ansari, Abu Sa’id Al Khudri, ‘Abd Allah Ibn Al Zubayr, ‘Abd Allah Ibn Umar, Anas, Abu Hurayrah, Abu Musa, e, sobretudo, o famoso ‘Abd Allah Ibn Abbas, ocupou-se da ciência do comentário. Da mesma maneira que tinham ouvido o Profeta explicando os significados dos versículos, transmitiram esse ensinamento oralmente às pessoas de confiança.

Os diferentes grupos de comentadores do Alcorão II

Os diferentes grupos de comentadores do Alcorão II

O quinto grupo de comentadores do Alcorão omitiu a cadeia de narradores em seus escritos e se contentou com uma simples relação do texto das tradições. Alguns sábios consideraram esses comentários como sendo a fonte de várias opiniões nos comentários ao ligar muitas tradições a um companheiro ou seguidor sem verificar sua validade ou mencionar sua cadeia de narração. Por conseguinte, a confusão surgiu permitindo que muitas narrativas falsas fossem introduzidas no conjunto das tradições, minando assim a reputação dessa seção da literatura de hadith.

Um exame cuidadoso das cadeias de transmissão dessas tradições não deixa dúvida sobre a extensão das adições fraudulentas e dos falsos testemunhos. Muitas tradições contraditórias podem ser identificadas em sua origem a um companheiro ou seguidor, e muitas outras, que são meras invenções, podem ser encontradas nesse conjunto de narrativas.

Assim, as razões para a revelação de um determinado versículo, incluindo os versículos de ab-rogação ou os ab-rogados, não parece corresponder à verdadeira ordem dos versículos. Não mais do que uma ou duas das tradições (sobre o tema), quando submetidas a tal exame, são aceitáveis. É por essa razão que Imam Ahmad Ibn Hambal, que nasceu antes dessa geração de narradores, disse: “Três coisas não possuem qualquer base confável: as virtudes militares, as batalhas sangrentas e as tradições pertinentes ao comentário sobre o Alcorão”. O Imam Al Shaf’i relata que apenas algo em torno de cem tradições de Ibn Abbas foram confirmadas como féis.

O sexto grupo formava-se daqueles comentadores que surgiram após o desabrochar e o desenvolvimento das ciências islâmicas, e cada um deles levou a cabo o estudo do comentário alcorânico segundo sua própria especialização: Al Zajjaj estudou o assunto do ponto de vista gramatical; al Wahidi e Abu Hayyan pesquisaram os versículos pelo estudo da inflexão dos verbos, as vogais e a pontuação diacrítica. Há também o comentário sobre a retórica e a eloquência dos versículos de Al Zamakhshari em sua obra intitulada “al Kashshaf”. Há uma discussão teológica no “Grande Comentário” de Fakhr Al Din Al Razi. A gnose de Ibn Al Arabi e Abd al Razzaq Al Kashani foi tratada em seus comentários. Outros narradores, como al Tha’labi, registraram a história da transmissão das tradições.

Alguns comentadores, entre eles Al Qurtubi, se concentraram nos aspectos do fqh (jurisprudência). Existem vários comentários compostos de muitas dessas ciências, tais como “Ruh al Bayan” do Shaykh Isma’il Haqqi, “Ruh Al Ma’ani” de Shihab Al din Mahmud Al Alusi Al Baghdadi, “Ghara’ib Al Quran” de Nizam Al Din Al Nisaburi. Esse grupo prestou um grande serviço à ciência do comentário alcorânico ao tirá-la de um estado de estagnação (característica do grupo precedente) e desenvolvê-la para um ramo do conhecimento de teoria e investigação precisa.

Entretanto, ao se examinar atentamente a precisão da pesquisa desse grupo, se vê que muito de seu comentário alcorânico busca impor sua teoria ao Alcorão em vez de permitir que o conteúdo dos versículos fale por si mesmo.

Também vejam: Os diferentes grupos de comentadores do Alcorão I Os diferentes grupos de comentadores do Alcorão II

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
5 + 0 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.