As mulheres e discriminação no ambiente de trabalho II

02:30 - 2022/12/06

-Embora tenham passado muitos anos da Revolução Industrial e apesar dos slogans do mundo ocidental sobre a igualdade de gênero, as mulheres seguem sendo discriminadas no ambiente de trabalho, desde diferenças salariais até a atribuição de empregos triviais e sem promoção. As estatísticas e as provas disponíveis confirmam esse fato.Neste artigo vamos falar mais sobre isso.

As mulheres e discriminação no ambiente de trabalho II

As mulheres e discriminação no ambiente de trabalho 

Continuação do artigo anterior:

De acordo com o centro de estudo da mulher na televisão e no cinema da Universidade Estadual de San Diego, só 12% dos principais papéis dos sucessos de bilheteria tem sido concedido às mulheres, das quais nenhuma teve mais de 45 anos. Atriz Holly Merood Meryl Streep diz que a discriminação de gênero tem dificultado a produção de filmes para as mulheres em Hollywood. Streep, que ganhou várias vezes o Oscar de Melhor Atriz principal, diz, no entanto, que seu salário é muito menor do que o dos atores masculinos.

Os resultados de um estudo publicado recentemente mostram que as mulheres têm que esperar mais 217 anos para poder ganhar o mesmo salário que os homens pelo mesmo trabalho e desfrutar das mesmas oportunidades de emprego. Essas estatísticas apontam para a maior diferença entre ambos os sexos na última década.

Para os especialistas, existem várias razões para a diferença salarial entre homens e mulheres. A primeira é que as mulheres geralmente não têm o poder de negociação para cobrar mais dinheiro no lugar de trabalho. A segunda responde às suas características físicas e biológicas, já que, em alguns períodos de tempo de sua vida, enfrentam a gravidez e o parto, pelo que naturalmente se ficam longe do ambiente de trabalho. Isto, devido à falta de serviços legais e de apoio, ameaça a segurança no trabalho das mulheres e permite que os empregadores abusar delas.

Finalmente, a terceira razão é a violência de gênero que as mulheres enfrentam no local de trabalho, a qual provoca que elas prefiram trabalhar onde se sentem mais seguras, em  lugar de obter salários mais altos.

As mulheres e discriminação no ambiente de trabalho II

As mulheres e discriminação no ambiente de trabalho 

Segundo as informações disponíveis, as mulheres ocidentais não só recebem menos salários do que os homens, senão que também trabalham por mais horas. Segundo os números divulgados nos países desenvolvidos, as mulheres empregadas trabalham em média oito horas e nove minutos por dia, enquanto os homens trabalham sete horas e 36 minutos por dia.

Os relatórios da Organização Internacional do Trabalho (OIT) também mostram que, nas economias desenvolvidas, as mulheres passam ao menos 9 horas e 20 minutos diários no ambiente de trabalho, enquanto os homens fazem o mesmo trabalho durante oito horas e sete minutos. Igualmente, as mulheres enfrentam, pelo menos 2,5 vezes que os homens, atrasos no pagamento de salários ou falta de atenção durante o trabalho.

Essas discriminações ocupacionais não se baseiam na capacidade das mulheres senão no gênero, se tornando obstáculos ao seu crescimento e avanço no ambiente de trabalho. Na Alemanha, por exemplo, a participação feminina em trabalhos de primeiro nível é só de 6,7%, ou nos EUA a maioria dos industriais e pessoas de negócios são homens.

Da mesma forma, um estudo do Instituto Britânico De Mulheres jornalistas mostra que, dos 9 jornais publicados ao nível nacional no Reino Unido em 2012, 82% dos titulares das primeiras páginas escritas pelos homens e só 18% foram pelas mulheres. Da mesma forma, os estudos feitos na Europa e nos EUA. Indicam que o número de escritores masculinos nas mídias é quatro vezes mais do que o das mulheres.

Portanto, se pode ver que, apesar dos slogans dos ocidentais sobre igualdade de gênero e liberdade feminina, os direitos das mulheres ainda estão sendo violados em muitos casos. Tanto é assim que mesmo o direito das mulheres ocidentais à maternidade às vezes é ignorado para preservar sua posição ocupacional.

  Foi traduzido do site: https://parstoday.com/es/radio/program

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
3 + 0 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.