Interpretação do Alcorão -Báqara X

12:53 - 2021/11/30

Os hipócritas existem na nossa época como existiram na época do Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele e sua família purificada) e antes dele. E existirão nas gerações seguintes. Porém, são amaldiçoados onde estiverem, mesmo que estejam em seus sepulcros.

Interpretação do Alcorão

Interpretação do Alcorão -Báqara, parte 10 , o  Alcorão e a linha geral quanto à hipocrisia e aos hipócritas

No início dos versículos está a linha geral quanto à hipocrisia e aos hipócritas: “Entre os humanos há os que dizem: Cremos em Deus e no Dia do Juízo Final. Contudo, não são crentes.”
Eles alegam à crença nestes fundamentos da Religião, mas, na realidade, não são crentes. São falsos em seu testemunho, não têm coragem de manifestar a sua incredulidade e declarar seus reais sentimentos perante os crentes. “Pretendem enganar a Deus e aos crentes”.

nesse trecho - e em outros similares - deparamo-nos com uma grande verdade, perante a generosa dádiva de Deus... A verdade que o Alcorão sempre confrma. A verdade do vínculo entre Deus e os crentes: Deus torna a sua conduta a conduta d’Ele, a sua questão a questão d’Ele, os seus interesses os interesses d’Ele. Deus os junta a Ele, toma-os sob a sua responsabilidade, tornando o inimigo deles inimigo d’Ele, e os ardis contra eles como sendo contra Ele. Essa é a suprema e generosa dádiva. A dádiva que eleva a posição e a verdade do crente a esse nível sublime, que inspira que a verdade da crença nessa existência, a maior e a mais digna, que faz jorrar no coração do crente a tranqüilidade ilimitada.

Ele percebe que Deus torna o seu problema problema d’Ele, sua luta a luta d’Ele, seu inimigo o inimigo d’Ele. Ele o inclui na sua lista e o eleva para junto d’Ele. Que são os servos, com suas conspirações, enganações e pequenas injúrias, diante de tão magnânimo aliado? É, ao mesmo tempo, uma ameaça para aqueles que pretendem enganar os crentes, conspirar contra eles e injuriá-los. Uma ameaça de que a sua luta não é contra os crentes apenas, mas é contra Deus, o Poderoso, o Onipotente, o Todo-Poderoso.

Eles estão lutando contra Deus quando lutam contra os amigos d’Ele. Eles estão procurando a vingança de Deus nas vis tentativas contra os verdadeiros crentes. Essa verdade deve ser levada em consideração pelos crentes, para que se tranqüilizem, permaneçam frmes e continuem seu caminho, sem se importar com a conspiração, a fraude e a injúria dos criminosos.

Para que os inimigos dos crentes, também, as levem em consideração e fquem com medo ao saber contra quem estão lutando. Eles consideram os seus atos oscilantes uma manifestação de inteligência e astúcia, sem perceber que estão se prejudicando, não obtendo nada além do castigo divino.
“(...) quando só enganam a si mesmos, sem se aperceberem disso.” Ao hipócrita, nada reprime suas atitudes, nem religião, nem razão, nem direito, nem justiça. Quem assim for não tem condição de praticar o bem. Por isso, Deus descreveu os hipócritas nesses versículos como impostores, insensíveis, donos de corações enfermos, tolos, sedutores, seguidores dos instintos, perversos, persistentes no desvio.

As pessoas os descrevem como a quinta coluna, agentes desprezíveis, corruptores e fngidos. Eles existem na nossa época como existiram na época do Mensageiro de Deus (s) e antes dele. E existirão nas gerações seguintes. Porém, são amaldiçoados onde estiverem, mesmo que estejam em seus sepulcros. Mesmo se tiverem sucesso, será periódico. O sucesso dos sinceros, porém, persiste até o último dia. A tradição do Profeta (s) diz: “Distingue-se o hipócrita por três características: quando conta algo, mente; quando promete, não cumpre; e quando confam nele, trai.”

A tradição aqui, certamente, não visa ao hipócrita propriamente dito, mas a todo aquele que tiver no coração algo de hipocrisia, que aparece em sua conduta em várias formas, principalmente na forma de fngimento, como nos informa a tradição do Imam Assádiq (que a paz esteja com ele): “O fngimento é uma árvore que só produz politeísmo oculto e a sua raiz é a hipocrisia”.

Revista Islâmica Evidências

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
10 + 4 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.